ios9

No meu último post sobre a SummerEurotrip2013, passei todos os detalhes da minha viagem em Mykonos.

Quando o assunto é Grécia, as ilhas mais turísticas são Mykonos, Creta e Santorini. IOS é menos comentada, porém tem um potencial enorme escondido nesse pedaço de paraíso.

Apesar de ser menos conhecida, a ilha está longe de ser deserta. Eu diria que IOS foi a melhor ilha que conheci. Por isso, o título IOS > Mykonos. Ela é bem pequena e, no geral, mais barata do que Mykonos (que é mais conhecida internacionalmente). Tudo que é mais conhecido + alta demanda = valor maior!

Transporte

Compramos com antecedência um ticket de ferry de Mykonos para IOS pelo site da GoFerry. Como já disse em outros posts, o valor varia bastante de uma companhia para a outra e também depende dos horários escolhidos. Não lembro o valor exato que paguei na passagem, mas nesse site é possível comparar os preços. Fiz a simulação de compra de um ticket Mykonos -> IOS durante a alta temporada e o preço varia entre 32 e 65 euros.

O trajeto de Mykonos até IOS demora de 1h30 a 3h, dependendo da companhia utilizada. Eu viajei com a Blue Star Ferries e comprei os tickets 2 dias antes pela internet.

Acomodação

Existem muitos hotéis e hostels na ilha. Eu fiquei hospedada no Far Out Beach Resort, localizado em Mylopotas Beach, por indicação de outros viajantes que conheci na Croácia e, agora, indico a todos também. Far Out é uma rede, então existe não só o Beach Resort (hostel), como também o hotel logo ao lado. O Beach Resort oferece a área de camping também.

A diferença dos diversos tipos de acomodação é o preço de cada quarto. Quanto maior o valor, mais conforto e facilidades no quarto. Eu nem sei os tipos de acomodações que o hotel tem, pois são definitivamente mais caras, quando comparados aos demais. As opções são bastante variadas, porém a melhor parte é que, por ser da mesma rede, ao se hospedar no hostel, o cliente pode usar as facilidades do hotel (piscina, restaurantes, bangalôs, etc).

ios6

O hostel também tem piscina, mas o ambiente das duas é diferente. A piscina do Far Out Beach Resort é lotada de jovens, tem uma pista logo em frente com um DJ e um bar. Por volta das 16h, o DJ dá início a “pool party” (ou after beach party). Já no Hotel, o ambiente da piscina é mais tranqüilo e sofisticado: tem um restaurante mais caro, um balcão com um sushiman, muitas espreguiçadeiras e bangalôs.

A pool party é aberta ao público, sendo assim, muitas pessoas de fora vão e fica lotada. Apesar de ser parte do Beach Resort é conhecida como Beach Club Party Zone. É, basicamente, a festa que mais bomba durante a tarde na ilha. As instalações do Far Out ficam um pouco mais afastadas do centro, mas o pessoal desce para lá só para participar da festa que rola até umas 22h.

Eu e minha amiga reservamos o “Basic Twin Private Shared Bathroom” que mais parecia uma oca e custou €18 por pessoa. Sempre fazemos nossas reservas pelo Booking.com. Você não precisa pagar o valor total, paga lá na hora mesmo. Caso precise cancelar, a maioria dos hostels não cobra taxas. Leia a descrição do que eles oferecem antes de fazer a reserva. Para reservar, clique aqui.

Para chegar até o Far Out: eles oferecem um ônibus que busca os hóspedes no porto. Em baixas temporadas, é aconselhável enviar um e-mail para a administração informando o dia e o horário de chegada do ferry. Em frente ao hostel ficam vários táxis, um ponto de ônibus e alguns “barcotáxis”.

Minha opinião sobre o Far Out Beach Resort: é demais. Existem muitas opções de quartos, tem restaurante mais barato que o hotel, um mercadinho interno, computadores, wifi, fica em frente à praia e a festa top da ilha é lá. Por fim, você ainda pode dormir no hostel e usar as facilidades do hotel sem custos adicionais.

A maior dica: faça as reservas com antecedência! Minhas amigas fizeram a reserva antes e escolheram um quarto que mais parecia uma casinha de madeira, com ar condicionado e camas confortáveis. Elas não pagaram muito mais do que eu outra amiga que deixamos a reserva para última hora. Nós queríamos ficar no Far Out de qualquer jeito e fizemos as reservas dos tipos de quarto disponíveis, nas datas que estaríamos lá. Na alta temporada, tudo está lotado, então as opções eram poucas. Nos primeiros dias, reservamos uma “cabana/oca” (Basic Twin Private Shared Bathroom) que tinha ventilador de teto e duas camas ok. A gente tinha achado “ruim” até mudarmos, nos últimos dias, para uma acomodação mais perrengue que é uma cabana de metal mínima, com 2 caminhas bem pequenas, quase sem ventilação. Mal cabia nossa mala lá dentro.

Como não queríamos mesmo ficar no quarto e sim aproveitar as festas, piscina, praia etc. (e também não tínhamos outras opções), foi tranquilo. Se você quiser curtir a acomodação fuja da “cabana de metal” da segunda foto abaixo.

Compare a diferença do tamanho das portas em relação a mim.

CUIDADO: Bem ao lado do bar, quase no meio da festa, existe um um tattoo shop! Nossa, que erro!!! Ao longo da festa, começa a formar uma fila de pessoas querendo fazer uma tatuagem e, é claro, eu fui uma delas. Estilo “Se beber não case” de viver. Eu fiz uma, por 50 euros. A mulher queria 80, mas demos aquela negociada.

Não faça nada no embalo do momento. Um pessoal achava que era henna. Não é hahaha! Não me arrependo da tattoo porque tem um significado forte para mim, mas a tatuadora não era das melhores e o traço ficou meio ruim 😀 mas tudo bem! Foi a primeira da vida, história para contar.


Atrações turísticas

Confesso que não explorei a ilha. O ambiente do hostel era tão legal e envolvente que nem dava vontade de sair. Ficamos aproveitando a piscina, a praia em frente e depois as festas, conhecemos muita gente, e essa foi a dinâmica da viagem.

Só conheci o centro durante a noite. É pequeno, tudo muito perto e cheio de opções. Mesmo assim, eu amei a ilha e se você busca por festas e diversão, esse é o lugar!

Quase não encontrei brasileiros por lá. A ilha é famosa na Europa e, pelo visto, na Austrália. O que tinha de australiano lá, não está escrito. Os que eu conheci estavam trabalhando como promoters das baladas e me disseram que eles aproveitavam o inverno da Austrália para trabalhar na Europa, viajar e conhecer lugares/pessoas. Além disso, contaram que a Grécia é um destino comum dos australianos.

Festas

Já comentei que a melhor festa, durante a tarde, acontece no Far Out Beach Resort (ou Beach Club Party Zone – na foto abaixo). Durante a noite, o centro é repleto de opções de baladas e bares. Nós pegávamos um taxi do hostel e em 5 minutos estávamos no centro. Dá para ir caminhando, mas como era uma subida a gente preferiu dividir táxi com outras pessoas no caminho.

ios3

Eu amei as noites de IOS. Primeiro que não sei o nome de quase nenhuma balada, mas acho que conheci todas. Não tenho fotos, porque não levei o celular!

É como se fosse um circuito. Começa em uma balada, depois, no meio da noite, sai para outra e no final segue para mais uma. Sei que paguei apenas uma porque estava lotada e não queriam colocar mais pessoas.

O resto saiu free. Podia chegar e entrar. Em algumas, a gente conversou com os promoters e eles já colocavam para dentro. Terminamos a noite na Pash Night Club e o lugar é sensacional.

As bebidas eram mais baratas e não precisava pagar para entrar, logo sair em IOS é muito mais barato que em Mykonos.

Por fim…

Eu não gostei mais de IOS só porque as coisas eram mais baratas, mas sim porque o dinheiro rende muito mais. O valor da acomodação era menor e a qualidade do hostel – em geral – muito maior. As festas eram gratuitas e tão boas quanto as de Mykonos. É claro que a infraestrutura das baladas de Mykonos é fora do comum – sem comparação – até por isso, estão entre as melhores do mundo. Vale a pena conhecer as duas ilhas!

Maaaas… se você é como eu e gosta de conhecer destinos “menos batidos” (conhecidos, porém não tão populares), aconselho IOS. 😉

Saímos de IOS e seguimos até Santorini! Aguarde o próximo post. Qualquer dúvida, sugestão, opinião… comente!


Se você gostou do post, compartilhe para que mais pessoas tenham acesso. Para não perder nossas atualizações, curta a página do facebook, instagram ou se inscreva no canal. Espero ter ajudado!

Atalho para IOS
32 a 65 euros de Mykonos até IOS
Hostel disponibiliza ônibus gratuito no porto para buscas hóspedes
Far out Beach Resort
18 euros a diária (existe acomodação mais em conta)
Restaurante no hostel
Depende da acomodação (na oca sim, na cabana de metal não)
Tem wifi no hostel, mas não pega em todos os quartos
Festas boas, bebidas e baladas baratas/free

No facebook

comentários