Passagens aéreas mais baratas. Será que você está economizando mesmo?

Talvez o que eu vá descrever aqui não seja novidade para vocês. Imagino também que tem gente que não tem noção de que está pagando mais em uma passagem aérea, quando poderia estar economizando mesmo. Já aconteceu comigo uma vez e eu fiquei bem chateada quando percebi porque meu orçamento era baixo e nessas situações, 10 reais já fazem diferença. Se você se identificou, acredito que o post vá ser útil e deixo no final as dicas do que eu faço quando vou comprar minhas passagens.


Você já deve ter ouvido falar sobre ou até mesmo acessou e comprou passagens nesses sites de viagens que prometem encontrar as passagens aéreas mais baratas disponíveis na internet. A pessoa coloca a cidade de onde vai sair e o destino: esses sites tem um mecanismo maravilhoso que compara os valores das passagens de diferentes companhias e mostra as diversas opções. Eu mesma escrevi um post sobre um desses sites que eu uso muito e continuo recomendando.

O problema é que nem sempre você está pagando mais barato de verdade, dependendo do site, como é indicado. Ao vasculhar um pouco, isso fica muito nítido, mas acredito que pessoas que não pesquisam tanto ou tem menos experiência com viagens, compram a primeira passagem que surge e gastam dinheiro desnecessariamente.

COMO ESTOU GASTANDO MAIS À TOA?

Eu sigo no instagram uma conta que, diariamente, posta várias promoções de passagens aéreas. Muitas pessoas seguem essa conta e marcam seus amigos “@fulano… nossa, vamos comprar, olha essa que barata”.

Eu mesma achei a conta interessante por me proporcionar esse tipo de informação e sigo até hoje. Eu sabia que eles tinham um site que eu nunca tinha entrado, então resolvi dar uma conferida para ver qual era o esquema. Eles fazem atualizações de posts do tipo “Viagem para Madrid” e lá você encontra vários links de passagens saindo das mais diversas cidades brasileiras mais ou menos assim:  “São Paulo > Madrid, Ida: 07/02 | Volta 14/02, R$1.2000,00”, “Fortaleza > Madrid Ida: 13/03 | Volta 16/03, R$1.304,67”.

Existem outros vários sites nesse mesmo modelo de direcionamento de links. É importante ressaltar que eles não vendem passagens aéreas e deixam claro que os valores postados não incluem as taxas e encargos. No geral, eles buscam a informação de destinos mais baratos naquele dia e disponibilizam os links para compra através de outras empresas. No caso, fiz testes aleatórios com um desses sites, pois é o que acompanho pelo instagram.

Quando você clica em um desses links, cai direto na página de alguma empresa específica. Nessa pesquisa que eu fiz, caiu direto na página do Viaja Net.

valores2

O processo de compra é simples. Já está tudo no esquema, só precisa colocar os dados de pagamento, finalizar e boa viagem!

Euzica, se fosse uma ‘viajante de primeira viagem”, guardando meu dinheiro para curtir as férias, me sentiria enganada ao ler os próximos trechos do post, como já aconteceu. Conheço pessoas que acham que os responsáveis pelas páginas que vendem passagens aéreas não estão fazendo mais do que o trabalho deles, já que agem como uma “agência de viagens online” e que o procedimento é justo. Aí eu deixo a percepção de cada um atuar sobre esse cenário. Vamos lá…

MINHA OPINIÃO (se quiser pular, dicas lá embaixo) 

Eu discordo por 2 motivos. Primeiro: eles não estão correndo atrás de nada. Uma agência de viagens, por exemplo, é diferente pois atua como uma facilitadora e faz sentido cobrar pelo serviço extra já que ficam com toda a burocracia da viagem, facilitando a vida do cliente. Algumas montam roteiros e pacotes personalizados, estudam o cliente, ou seja, existe um diferencial, custo x benefício, valor agregado e tudo mais.

Esses sites não estão lidando com a burocracia das agências. Eles têm um mecanismo que pode sim facilitar a vida do internauta, mas cobram por isso ao passo que existem outros diversos com custo zero para o público pelo uso da mesma ferramenta. Se você ouvisse falar de 2 agências de turismo que oferecem exatamente o mesmo serviço, mas tem que pagar por uma e não pela outra, qual você escolheria?

Segundo: a parte que mais me incomoda, talvez porque eu ame marketing e tal. Toda a comunicação do página, leva a crer que você realmente está fazendo o melhor negócio ao comprar a passagem através do site. “7% de economia”, “Você encontrou o melhor preço”, “Economia garantida” e esse smile todo feliz cheio de dinheiro. Querendo ou não, esse tipo de mensagem induz a pessoa a acreditar nessas afirmações espalhadas por toda a página, até o momento da finalização da compra. A parte que nos toca mesmo (que indica as taxas) está ali bem pequena embaixo do RESERVAR, quase não dá para enxergar (até grifei, dá para ver?).

É a minha visão, mas acredito que muita gente acaba se confundindo nesse processo e dessa confusão o cliente é o único que sai perdendo. Eu, como consumidora, gosto das coisas claras, como realmente são. Esse papo de dar um upgrade no plano de celular que você não pediu e ter que pagar depois para cancelar ou aquele banco que envia cartão de crédito do além, sem ser solicitado… eu já fico com o pé lá atrás com a empresa. E fica a crítica: acho os serviços de atendimento ao cliente, no geral, muito decadentes no Brasil. Passamos raiva!

Bom, não estou julgando a índole do site do Viaja Net ou qualquer um desses outros sites que vendem passagens aéreas dessa forma – nem conheço muito para falar a verdade – mas é a impressão que ficou depois dessa análise. Lembrando que não escolhi a dedo para fazer o post. Cliquei em links aleatórios e fui observando a dinâmica da coisa para chegar a uma conclusão. Só acho que existe uma diferença grande entre “viajar mais barato” e “garantir que tem o menor preço”. Interpretações…

O QUE ACONTECE?

Eles realmente encontram a passagem mais barata disponível na internet, comparando os valores de diferentes companhias aéreas. O macete está na hora do pagamento pelo site que vende a passagem. Quando divulgam o valor da passagem, as taxas não estão disponíveis, assim como ocorre em qualquer site. Você só consegue saber detalhes quando está no processo de compra e isso encarece bastante o valor total.

Escolhi algumas viagens aleatórias disponíveis no site de redirecionamento de links e fiz as comparações entre os links das empresas que eles disponibilizaram e as passagens encontradas no site da cia aérea indicada:

Comparação 1

Voo de Salvador para Londres. Mesmos dias e horários, tanto no Viaja Net quanto no site da Air Europa, ou seja, mesmo voo. O valor da passagem é exatamente o mesmo: R$2.164,41, sem as taxas. É esse valor que aparece no início do processo de compra de ambos os sites, ok. Aí você clica em comprar e lá vem a diferença:

valores3

Ao comprar pelo intermediário, você tem que pagar essa taxinha que eles chamam de encargos de emissão no valor de R$173,15 que pode até não parecer muito, mas já dá umas 2 diárias da hospedagem, né? Sendo assim: comprando diretamente pelo site da Air Europa você gastaria R$2.875,24, já pelo Viaja Net R$3.048,39.

Comparação 2

Não é só pelo Viaja Net não. Foi um caso x. Pesquisei um voo de Aracaju para Miami, pela United Airlines. Você escolhe uma das datas, os valores das passagens sem as taxas e, ao clicar no link, eles te encaminham direto para o site Submarino para efetuar a compra. Segue aqui outra comparação entre o site da Submarino e o da cia aérea, pela mesma passagem aérea:

comparacao2

Novamente, o valor das passagens é o mesmo. As taxas, encargos, etc. fazem a diferença no valor final.

Eu sei que várias empresas fazem isso… no caso aqui citei 2, mas já passei por isso com a Edreams também. Para muitas pessoas, esse valor é simbólico, mas no meu caso eu prefiro meeesmo saber que estou economizando, já que é totalmente desnecessário “jogar esse dinheiro fora”. Como eu disse, é uma diária, um passeio, um jantar fora que você deixa de encaixar no orçamento, sendo que a única coisa que precisa fazer é entrar em um site ao invés de outro, sem maiores dificuldades.

MEU CONSELHO

Filtre tudo isso. Eu uso o skyscanner. Já falei sobre esse site/ app / mecanismo, duas vezes aqui no Must Share Br no facilitando a busca por voos baratos e quando falei sobre os apps que não podem faltar no cel de quem viaja. Juro que não ganho nada com isso. Só falo porque amo! Ele vai fazer basicamente a messsmíssima coisa. Comparar valores e encontrar as passagens mais interessantes. A diferença é que ele te encaminha direto para a página da companhia aérea e você compra só com as taxas convencionais.

Outra informação legal: às vezes é realmente mais barato comprar por esses sites que eu chamo de intermediários (Submarino, ViajaNet, Edreams, etc). Eles fazem acordos comerciais e jogam umas promoções muito boas mesmo. Existem inúmeros, ta? Mesmo se for o caso, o lindo do Skyscanner te encaminha para a página deles, porque é realmente a passagem mais barata e ta tudo certo.

Resumindo: tudo tem 2 lados. Existe todo um mercado lucrativo de cliques, redirecionamentos para outros sites, etc.; o que está tudo bem, quando você pensa como empresa. Como meu post é para os leitores do Must Share Br, segue o outro lado: na maioria da vezes, quando compramos a passagem aérea – sem ser uma promoção – por intermédio de alguns sites e não direto pela cia aérea, estamos sujeitos a pagar algumas taxas extras. Por que gostaríamos de fazer isso, quando só temos que mudar de site e economizar, não é mesmo?

PARA GARANTIR QUE ESTÁ PAGAMENTO PELO MENOR VALOR

PESQUISE. Eu entro no no skyscanner, google flights, submarino, decolar, hotel urbano, site de todas as cias aéreas possíveis, todos os intermediários, no @viajandobaratopelomundo, enfim… deixo umas 30 abas abertas para comparar os preços e fico muito atenta a essas letrinhas cinzas pequenas que ninguém enxerga. Depois de comparar, tomo a decisão e finalizo a compra. Simples! Vivo falando… planejamento é vida. E nesse caso, um pouco de paciência também.


Espero ter ajudado. Se você gostou dessa informação compartilhe para que mais pessoas tenham acesso!

É isso gente. No próximo post quero dividir uma curiosidade com vocês, para entender porque viajar no Brasil pode ser tão mais caro do que para outros países. Quem tiver interesse, continue acompanhando nossos posts: se inscrevam no site ou curtam as páginas do facebook ou instagram.

No facebook

comentários

By |2018-01-29T14:30:27+00:0023 fevereiro, 2016|Tags: |

About the Author:

Camila Faria, 26, mackenzista formada em Administração de Empresas com pós graduação em Controladoria de Empresas pela FIA. Fez o primeiro intercâmbio aos 17 anos e criou o site em 2013, durante o ano em que fez faculdade na Europa. Para se dedicar ao Must Share Br, saiu do trabalho na área de finanças em São Paulo e hoje mora nos Estados Unidos. Acompanhem pelo instagram: @milafaria

3 Comments

  1. Bruno 23 de fevereiro de 2016 at 10:31 PM - Reply

    Pra mim acho o ViajaNet mais interessante que o Skyscanner… no entanto, você não pode ser ingênuo ao ponto de comprar pelo ViajaNet. Da mesma forma que não confio no Skyscanner que altera/atualiza o preço facilmente, não confio no ViajaNet. O ideal SEMPRE será acessar esses sites para encontrar a passagem mais barata e comprá-la pelo site da companhia.

    • Camila 24 de fevereiro de 2016 at 3:35 PM - Reply

      Concordo Bruno 😉 … pesquisar, filtrar e comprar é sempre o melhor método.

  2. Marina 31 de março de 2016 at 2:51 PM - Reply

    Pra mim, um dos melhores sites pra comparar preço de passagens (quando já se sabe a origem e o destino, pq não tem a opção “qualquer lugar”) é o site do próprio Google, o “Google Flights”, ele redireciona pro site da companhia também.

Leave A Comment

Contato

Entre em contato conosco pelo email: contato@mustsharebr.com