Tulum: destino que está em alta no México

Tulum está em alta, considerado um dos destinos mais procurados por viajantes durante todo o ano.

Localizada na Riviera Maya, Tulum é uma cidade turística, mas beeeem menos quando comparada à Cancun. É até um choque tamanha a diferença, mas tem bastante gringo que procura esse destino.

É bem mais humilde, com “pouca infraestrutura” na cidade, então se você prefere um role mais natureba roots, Tulum é seu lugar.

Como chegar

Saímos de Cancun e nossos próximos destinos seriam Playa Del Carmen ou Tulum. A ordem não importava muito, mas em algum momento nós teríamos que voltar para Cancun para pegar o voo para Cuba.

No mapa do Google maps, você encontra essa ordem: Cancun, Playa del Carmen e Tulum. Sendo assim, Tulum fica mais longe, então optamos por fazer a viagem mais longa na ida e seguir de Cancun direto para Tulum. Tomando esse trajeto, na volta de Playa del Carmen estaríamos mais perto do aeroporto para pegar nosso voo.

Dá para conhecer Tulum fazendo bate volta saindo de Cancun: são 130 km e de ônibus deu 2h40. Já de Playa – que é mais perto – a viagem dura mais ou menos 1 hora.

É possível pegar um coletivo ou ônibus da empresa ADO. Pegamos o ônibus para ter mais conforto. Os coletivos são vans e por estarmos com as malas, o ônibus acabou sendo melhor por ter o bagageiro.

Não existe grande diferença entre os valores, apesar da passagem do ônibus ser um pouco mais cara. É possível fazer a consulta online do valor da passagem através do site e fazendo uma simulação agora (Outubro/2016), variam entre 116 e e 144 pesos mexicanos.

Achei bem tranquilo viajar de bus, mas não tinha cinto se segurança e o motorista era meio barbeiro. Tirando isso, foi deboas. 🙂

Acomodação

Chegamos na rodoviária que fica no centro da cidade, a qual eu já disse, é bem mais simples em questão de infraestrutura. Até tinha um ou outro táxi na porta, mas pegamos um mapinha que nos deram com a localização de todos os hostels da cidade, encontramos o nosso e fomos a pé.

A cidade não é grande então não deveria ser tão longe, mas com o calor e o sol + as malas pareceu uma eternidade para chegar. Nós queríamos economizar com o táxi e, se esse for o seu caso, aconselhamos um hostel mais próximo à avenida principal.

Ficamos no Chill Inn Hostel, e, normalmente, eu não critico hostels de forma negativa, mas esse foi uma decepção.

Assim que chegamos, achei o lugar simpático, bem organizado e novinho no geral. Nós escolhemos um quarto compartilhado misto (homens e mulheres). Tinha banheiro tanto dentro quanto fora dos quartos, mas sem janelas.

Não tinha ar condicionado e a internet bastante lenta, mas ok, não era prioridade e eu me adapto bem à falta desses luxos. Como já disse no blog, é difícil eu reclamar sobre acomodações mais em conta, já que pagamos sabendo que já não é um hotel 5 estrelas.

O ruim mesmo é que o hostel estava infestado de baratas. Até aí ok porque só vimos do lado de fora dos quartos próximo ao banheiro externo, tentei ser compreensiva, apesar de odiar muito esse bicho. Calor, mato, etc. até que passa e a gente entende né.

Só que chegou num ponto em que eu achei uma andando na minha cama, enquanto eu tentava dormir naquele calor de 80 graus. Nossa, isso eu não consigo perdoar!

Nesse vídeo, você pode ver o quanto eu estava inconformada haha.

Nem falamos para o dono do hostel – que também foi gente boa com a gente durante a estadia – porque ficamos com medo de ele meter um inseticida lá e começar a sair um ninho de bicho para todos os lados.

Ainda bem que ficamos 2 noites apenas e confesso que eu não via a hora de ir embora. Triste, mas real.

Por conta disso, eu não recomendo esse hostel, mas infelizmente não tenho um ótimo para indicar. Fica aí minha experiência para vocês.

Locomoção

Você tem as opções: transporte público/coletivos ou aluguel de bike/scooter. Fazia anos que eu não andava de bicicleta e gostei demais dessa opção.

Tem várias lojinhas que oferecem esse serviço e existe uma ciclovia bem bonitinha que liga o centro às praias e outras atrações turísticas.

A diferença de preço não é tão grande assim (pagamos 60 pesos cada) e com a bicicleta a gente ganha a liberdade de ir e vir.

Em um dia, nós pedalamos 20,5 km no total (eu nem tenho esse preparo físico todo, acredite, mas foi suave) e visitamos 3 atrações turísticas. Compensou muito.

Atrações Turísticas

Em apenas 1 dia conhecemos 3 atrações turísticas. Alugamos a bicicleta e seguimos para a atração mais famosa da cidade: as Ruínas maias do sítio arqueológico de Tulum.

As Ruínas

Há séculos, essa região foi habitada pela civilização maia e o que sobrou dessas cidades se tornaram ruínas, um dos principais pontos turísticos da cidade de Tulum.

As Ruínas tem o mar do caribe de fundo o que dá um visual incrível para apreciar e, claro, tirar uma fotos maravilhosas.

Para mais informações to fazendo um post sobre as Ruínas maias do sítio arqueológico de Tulum. Segue a gente aí para não perder as atualizações 🙂

El Gran Cenote

Nas estradas ao redor de Tulum existem vários cenotes, mas nos recomendaram o Gran Cenote como um dos mais bonitos. Saímos do sítio arqueológico e seguimos para o destino de bike.

Foram quase 7 km de bike e demorou 20 minutos para chegar lá. Ele realmente é bem bonito, mas tem bastante morcego, me deu um pouco de medo para atravessar essa caverna. 😀

É possível alugar equipamento de snorkel, colete salva vidas e armário para guardar as mochilas. Se tiver interesse, você pode contratar o serviço de guia para mergulhadores com antecedência. Mais informações, clique aqui.

Playa Paraíso

Todo mundo que vai para Tulum fala sobre essa Playa Paraíso, então deixamos a dica sobre uma praia bastante famosa, mas a verdade é que o mar é bonito em toda a região.

O cenário que você vai encontrar por lá é bem assim:

Festas

Tulum não é conhecida pelas festas. Hoje em dia, é um lugar mais para relaxar do que outra coisa.

O dono do hostel disse que às vezes no centrinho rola um som em um barzinho, mas demos uma volta pela avenida principal e era tudo bem parado, mais restaurantes e tal.

Por outro lado, existem beach clubs nas praias que fazem algumas festas no verão, porém não fomos em nenhum durante a noite já que estávamos sempre cansadas com esses roles de bike.

Por fim…

Você consegue encontrar muitas agências que fazem esses tours saindo de Playa del Carmen e Cancun, então se você não tem muito tempo é uma ótima maneira de conhecer o lugar.

Para roteiros mais longos, recomendamos passar 2 ou 3 dias em Tulum. É muito maravilhoso e eu voltaria com toda certeza.


Gostou do post? Compartilha aí para que mais pessoas tenham acesso 🙂 . Se não quiser perder nossas atualizações, curta a página do facebook, instagram, se inscreve no canal.

No facebook

comentários

By |2017-01-03T19:20:19+00:0027 dezembro, 2016|Tags: , , |

About the Author:

Camila Faria, 26, mackenzista formada em Administração de Empresas com pós graduação em Controladoria de Empresas pela FIA. Fez o primeiro intercâmbio aos 17 anos e criou o site em 2013, durante o ano em que fez faculdade na Europa. Para se dedicar ao Must Share Br, saiu do trabalho na área de finanças em São Paulo e hoje mora nos Estados Unidos. Acompanhem pelo instagram: @milafaria

Leave A Comment

Contato

Entre em contato conosco pelo email: contato@mustsharebr.com