Quanto custa um mochilão pela América do Sul: planilha de gastos

Ta planejando uma viagem e quer ter uma ideia de quanto custa um mochilão pela América do Sul? Vamos começar com motivação: assiste esse vídeo de 2 meses em 5 minutos pela América do Sul. Você vai pirar e já comprar suas passagens. 🙂

Agora vai! Nós preparamos uma planilha com os valores que gastei em uma viagem de 51 dias por 5 países: Uruguai, Argentina, Chile, Bolívia e Peru.

Esse post tem muita informação e é para quem quer detalhes sobre os gastos de um mochilão pela América do Sul. Vai te ajudar a planejar a viagem e a economizar. Para entender a planilha, tirar as dúvidas e absorver tudo de útil que trouxe de info da viagem, aconselho a leitura até o final. Vamos alinhar expectativas: na planilha temos as datas e cidades respectivas que passei, nome das cias de bus, hostels e agências turismo (passeios) que usei, quanto paguei por cada um desses gastos e por país.

É melhor fazer o download do arquivo no computador, pois é um excel. Para quem tem negação com excel, estou fazendo um post resumido e simplificado. Aguardem <3

Meu perfil de viagem pela América do Sul

É importante lembrar que os gastos de cada pessoa tem tudo a ver com o perfil de viagem. Por isso, vou descrever o meu.

  • Nós do Must Share Br: sem muita frescura ou exigências. Perrengue faz parte;
  • Hospedagem: os hostels mais baratos e melhores avaliados no Booking.com e Hostelworld;
  • Alimentação: é comida? To comendo. Gostos bem variados. Economizei muito, só vivendo de empanadas em alguns países (que são uma delícia por sinal), comprei macarrão e atum para cozinhar nos hostels, comi fora em restaurantes e lanchonetes mais baratos e também paguei restaurante mais caro para alguma coisa especial ou quando tava sem opção mesmo;
  • Locomoção: sempre ônibus. Peguei táxi quando realmente precisava em cidades maiores, se a rodoviária/aeroporto estava muito longe do destino. Voltando da balada em cidade grande, usei Uber;
  • Outros gastos: não abro mão de experimentar uma cerveja e pratos locais, conhecer baladas e pubs. Se algo é caro, mas eu vejo valor, saio um pouco do orçamento (se tiver dinheiro, claro). Prefiro economizar na locomoção e na comida e “investir” no lazer e experiências;
  • Agências de viagem: eu odeio saber que estou pagando mais para um agência se a outra faz o mesmo trajeto e mais barato. Claro que entra a questão de qualidade do serviço, por isso pesquiso BASTANTE. Perco quase 1 dia rodando as cidades e juntando panfletos e preços.

Se identificou? Então continue lendo 🙂

Indico também:

A melhor playlist de reggaeton que marcou meu mochilão pela América do Sul

O Roteiro da América do Sul

Saí de São Paulo e encontrei um voo para Porto Alegre por R$165,00 com as taxas. De lá peguei um ônibus até Chuí, cidade que fica na fronteira entre Brasil e Uruguai. Atravessei a fronteira e peguei outro ônibus de Chuí até Punta del Diablo. Com 300 e poucos reais já estava no Uruguai.

Daí para frente, o roteiro foi livre e eu passei por muitas cidades, algumas que eu nem imaginava conhecer.

Assista o vídeo que fiz planejando o roteiro do mochilão pela América do Sul

As cidades do meu roteiro pela América do Sul

>> Uruguai (para ler o roteiro completo clique aqui)

15 dias: Chui | Punta del Diablo | Castillos | Cabo Polonio | La Paloma | San Carlos | Punta del Este | Montevideo | Colonia


>> Argentina

17 dias: Buenos Aires | Rosario | Córdoba | Alta Gracia | Carlos Paz | San Marcos Sierra | Mendoza | Cafayate | La Viña | Salta | Purmamarca |  Jujuy | Tilcara | Humauaca


>> Chile

7 dias: San Pedro do Atacamada | Santiago


>> Bolívia

6 dias: Uyuni | Potosí | Sucre | Lima | Copacabana


>> Peru

6 dias: Cusco | Lima

Observação sobre o Roteiro: você vai perceber que eu conheci pouco do Chile e do Peru, mas além do roteiro ter ficado mais apertado chegando nesses países, já que tomei meu tempo no Uruguai e na Argentina, eu fiquei bastante em algumas cidades por conta dos tours locais. Fora que era o final da viagem e eu estava exausta de verdade (e quase sem dinheiro) então não queria ficar mudando tanto.

Melhor época para viajar pela América do Sul

Para saber quanto custa um mochilão pela América do Sul, é preciso entender que a época da viagem influencia bastante nos valores que paguei, como em qualquer outro lugar. Fui no começo de Julho’17 e voltei no final de Agosto, ou seja, inverno. Pensa numa pessoa que passou frio. Eu sofri bastante com a temperatura. Foram poucos os dias de chuva, mas conto nos dedos os dias agradáveis de sol.

Ao mesmo tempo, me falaram que no verão essas regiões desérticas pegam fogo e realmente é tudo bem seco por lá. Eu escolheria fazer esse roteiro na primavera ou outono (mesma época do Brasil) e evitaria o verão e o inverno porque as temperaturas são extremas. Que dá para fazer a viagem, dá. To aqui sobrevivente haha, mas é um pouco sofrido sim.

O lado positivo é que em baixa temporada tudo é mais barato e essa era minha ideia inicial. Alguns hostels aumentam os preços drasticamente durante a alta temporada. Bom lembrar que eu não reservei quase nenhum passeio e ônibus porque a chance de lotar era pequena, então é legal levar isso em consideração também ao programar sua viagem durante a alta temporada.

Quanto custa um mochilão pela América do Sul?

Depois desses esclarecimentos que influenciam nos valores, podemos seguir com a parte importante. Fiz uma planilha que mostra a maioria dos gastos que todo mundo me pergunta:

  • Quanto custa viajar de ônibus pela América do Sul?
  • Quanto custam os passeios em San Pedro do Atacama?
  • Quanto gastou para visitar o Machu Picchu?
  • Preço médio de acomodação na América do Sul.
  • Por aí vai…

Guia da planilha América do Sul

Importante ler para entender a planilha!

  • A planilha de gastos da América do Sul está parcialmente bloqueada. Você vai conseguir mexer nos valores caso queira mudar o câmbio que usei e atualizar os preços.
  • Ela está dividida em 3 abas: Planilha Geral, Transporte/Acomodação e Passeios;
  • Classifiquei os gastos como “gastos com avião” e “gastos sem avião”. O que aconteceu é que tive que comprar um voo de Cusco até Lima e de Lima até Santiago, Chile (linha destacada em vermelho na planilha na segunda aba). Eu já contava com o gasto de Lima até Santiago, foi uma opção minha (explicarei), mas o primeiro trajeto eu faria de ônibus. São 24 horas de viagem, mas muito mais barato. Aconteceu um imprevisto e eu não pude ir de ônibus por falta de tempo. Acabei gastando mais com o voo extra. Sendo assim, você não precisa considerar no seu roteiro esse valor que é alto. Só planejar direitinho.
Nota mental: o valor “sem avião” é referente a esse trecho citado acima. Sim! A ida de São Paulo até Porto Alegre e a volta de Santiago, Chile para São Paulo, Brasil estão na conta;
  • Vocês vão perceber que nos dias em que estive no Salar do Uyuni, não tem valor de acomodação ou transporte. Isso acontece porque esses preços já estavam embutidos no valor do passeio (aba passeios). Você fecha um pacote só e tem tudo.
  • Quando eu coloco que tem mais de um tipo de transporte como por exemplo no dia 06/07 tem o avião SP > POA e bus até Chui, eu faço a soma dos 2 valores. Para saber os valores separados é só clicar na célula com o total e você encontra a fórmula com a soma de cada um.
  • Taxas seriam os valores referentes as taxas de IOF e saques de dinheiro em caixas eletrônicos que o banco cobra. Nessa planilha, esse valor é uma estimativa. Eu peguei o valor total da viagem e apliquei a taxa de IOF que é 6,38%. Como existem 2 valores totais da viagem, ou seja, o gasto “com avião” e “sem avião”, você vai encontrar 2 valores diferentes para taxa também.
  • Os valores 100% exatos são: acomodação, transporte e passeios. Eu fiz essa estimativa das taxas porque ainda não calculei exatamente os “outros gastos”. Esses outros gastos são todos os gastos que são variáveis e não influenciam em sua viagem porque você pode gastar mais ou menos do que eu. Envolve alimentação, festas, bebida, supermercado, farmácia, Uber (não coloquei em locomoção), gorjetas e qualquer outro gasto extra que qualquer pessoa pode ter em uma trip.
  • Eu anotei todos esses gastos extras com refeições, baladas, etc. mas tem muuuuita nota fiscal e ainda estou tabulando tudo bonitinho para saber qual foi o gasto exato. Por isso, nesse primeiro momento fiz a estimativa desses “outros gastos” pegando o total de dinheiro que saiu da minha conta bancária nos meses de Julho e Agosto, no caso, o valor total “com avião”, e subtrai os gastos com acomodação, transporte, passeios (que são exatos) e a estimativa de taxas.
Resumo da Fórmula >> Valor total com avião – Acomodação – Transporte – Passeios – Taxas = Outros Gastos 

Fiquem atentos também para ver se não tem um comentário escondido em cada célula que pode esclarecer alguma dúvida. Conforme for atualizando a planilha, adiciono na pasta de download. Curta nossa página no facebook para não perder as atualizações.

Extras

  • Eu paguei 230 dólares no passeio do Machu Picchu com uma agência saindo de Cusco. É a opção mais cara, pois vai e volta no mesmo dia. Tem outros vários passeios com destino a Machu Picchu mais baratos (90 dólares), mas tem que fazer uma mega viagem, dorme em Águas Calientes (cidade próxima) e tal ou uns mais adventure que tem trilha/camping/escalada de 4 dias, etc. Como eu disse, estava exausta no final e só queria não sofrer hahaha. Paguei e valeu cada centavo, juro.
  • Os únicos hostels que eu não recomendo da planilha são os de Salta e Jujuy, Argentina. Eu procuraria outros, pois não foram boas experiências e custoxbeneficio não valeu.
  • Peguei um seguro viagem (entrou em outros gastos) que não é obrigatório para fazer esse mochilão, mas eu recomendo 100%, principalmente por causa da alta altitude. Utilizei o seguro durante a viagem e foi uma benção. Vou contar melhor em um post separado para vocês, mas enquanto isso vocês conseguem ler o post 5 motivos para contratar seguro viagem.

Sempre realizamos o orçamento com a Real Seguros (no post acima eu explico passo a passo) e foi com eles que comprei. Paguei R$179,69 pelos 2 meses e 5 países. São ótimos:

Seguro viagem america do sul 468x60

Tabela de conversão

Na planilha você vai encontrar Pesos Uruguaios (UYU), Pesos Argentinos (ARS), Chilenos (CLP), Bolivianos (BOL), Soles (PEN), Dólares ($) e Reais (R$). Nas colunas azul e laranja da aba de Transporte e acomodação, você encontra os valores convertidos em reais. Já na primeira linha acima das letras do alfabeto R e Z, existe um (+) que esconde a tabela de conversão com os valores de câmbio que usei em amarelo.

Como o câmbio muda diariamente, você pode mudar qualquer valor e fazer os ajustes dos valores. As células pintadas em cinza são as que não foram usadas. Exemplo: se paguei o hostel em dólar, a célula que estará preenchida com um valor em Real fica na coluna do dólar. Se você não entender a tabela de conversão, só fecha e vê o total em azul e laranja que é o valor final em R$.

A mesma tabela de conversão foi usada na aba de Passeios. Esses são os valores que paguei para as agências. Além disso, são as agências que pesquisei e classifiquei como as mais baratas, fiz os passeios e recomendo.

Para acessar a planilha, finalmente

A planilha foi preparada com muito amor e carinho. Toda essa viagem foi feita pensando nas informações que eu ia trazer para os meus leitores, vocês queridos. Espero que gostem do trabalho que realizamos aqui no Must Share.

O arquivo está aí. Só baixar pelo google drive. Para abrir, é preciso desbloquear com uma senha. A senha está na descrição do nosso perfil no instagram @mustsharebr. Para aproveitar sua visita, se alguma das nossas infos te ajudou, se você gosta do Must Share e for com a cara do nosso feed no instagram, segue a gente lá. Queremos dar um up em nossas redes sociais e você faz a diferença. 🙂

 

ps. quando vi quanto gastei assustei com o valor, mas depois revendo tudo, o que pesou mais foram os tours que fiz durante a viagem. No final das contas, foram 51 dias de viagem, 2 meses fora. Se for pensar quanto eu gastava em São Paulo, só pagando as contas, saiu até mais barato e vivendo coisas incríveis. <3

É isso galera,

Analisem a planilha e conforme as dúvidas forem surgindo, por favor comentem nesse post, assim posso responder para outros que talvez tenham a mesma dúvida. Se encontrarem algum erro, só me dar um toque que eu reviso e arrumo.

Espero que ajude e aguardem os próximos posts. TEM MUITA DICA PARA VOCÊS! Vale lembrar: informação útil é informação compartilhada. Compartilhe com seus amigos. 🙂 E para não peder nossas atualizações, estamos no facebook, Instagram e youtube. <3

No facebook

comentários

By |2018-01-05T22:03:20+00:0021 setembro, 2017|Tags: , |

About the Author:

Camila Faria, 26, mackenzista formada em Administração de Empresas com pós graduação em Controladoria de Empresas pela FIA. Fez o primeiro intercâmbio aos 17 anos e criou o site em 2013, durante o ano em que fez faculdade na Europa. Para se dedicar ao Must Share Br, saiu do trabalho na área de finanças em São Paulo e hoje mora nos Estados Unidos. Acompanhem pelo instagram: @milafaria

10 Comments

  1. Reuel 4 de março de 2018 at 2:19 PM - Reply

    Camilaaaaa!!!
    Tudo bem? Tô louco pra ver a sua planilha mas qndo abre, dá a mensagem com problema no arquivo.
    Pode me ajudar?
    Um grande abraço e curtindo muito o site!!!! Valeuuuuu

    • Bruna 4 de março de 2018 at 6:05 PM - Reply

      Oi tudo bem? Eu acabei de tentar e consegui abrir normalmente. Poderia tentar de novo? Tem que colocar a senha e selecionar “abrir somente leitura” para ter acesso. Obrigada!! Que bom que está curtindo.

  2. Marcela 17 de março de 2018 at 10:58 PM - Reply

    Oi meninas! Descobri vocês na pesquisa sobre mochilão pela América do Sul. Não estava nos meus planos conhecer o norte da Argentina, mas agora vendo essa roteiro estou super empolgada e vou seguir mais ou menos o mesmo percusso a partir de Buenos 🙂 Ainda vão postar mais detalhadamente o resto da viagem?
    Abraço

  3. Renan 8 de maio de 2018 at 12:51 PM - Reply

    Olár, onde consigo baixar a planilha? Obrigado !

    • Bruna 8 de maio de 2018 at 6:10 PM - Reply

      Oi Renan. É só clicar no botão azul escrito “Partiu América do Sul” que está no próprio post e colocar a senha.

  4. Rodrigo Campos 30 de junho de 2018 at 11:33 PM - Reply

    Mila boa noite! Estou planejando um mochilão pela America do Sul e vi seu blog. Primeiramente, parabéns! Está lindo e muito bacana o blog! Adorei as dicas e salvei muitas coisas para minhas pesquisas..
    Me diz uma coisa… Vc separou os locais por país… Mas vc fez exatamente cada país separado? Naquela ordem de locais? Na mesma ordem de países? Eu me preparo muito com relação a roteiro… apesar que meu plano é não ter algo engessado pois quero ficar uns 6 meses, trabalho, etc……

    Desde já, muito grato!

    Ps.: O roteiro do Uruguai ficou show!! Aguardo pelos próximos!

  5. Marcelle 15 de julho de 2018 at 12:06 AM - Reply

    Adorei suas dicas sobre o Uruguai.. to indo em outubro e farei o mesmo roteiro exceto la paloma. Achei seu relato bem completo, inclusive na parte do transporte, onde tive mais dificuldade em descobrir.

  6. Isabella 12 de setembro de 2018 at 6:04 PM - Reply

    Qual a senha para ter acesso a planilha?

  7. Anônimo 13 de setembro de 2018 at 6:07 PM - Reply

    Olá Camila!!! adorei o roteiro…te previsão pro roteiro da Argentina-Buenos Aires? Aguardando… bjos!!!

  8. LARISSA QUERINO DOMINGUES 9 de fevereiro de 2019 at 4:14 PM - Reply

    Parabéns pelo Blog e Planilha. Vão ajudar muito!!!

Leave A Comment

Contato

Entre em contato conosco pelo email: contato@mustsharebr.com