Por que incluir Rosario no roteiro pela Argentina?

Confesso que não tinha colocado Rosario no roteiro pela Argentina e acabei chegando lá por acaso. Me surpreendeu muito e foi positivamente. Fiquei bem feliz por ter passado pela cidade e valeu a pena conhecer.

Passei apenas 2 dias e 1 noite na cidade e teria ficado mais porque gostei bastante. Deixo aqui algumas dicas para quem quer passar por Rosario, mesmo que seja rapidinho.

Sobre Rosario

Localizada a 298 km de Buenos Aires, Rosario é a terceira maior cidade da Argentina. Faz parte da Província de Santa Fé e é banhada pelo Rio Paraná.

É uma cidade cheia de história, pois foi um dos lugares onde se deu inicio ao movimento da Revolução de 25 de Maio de 1810, que resultou na independência do país. Além disso, é considerada o berço da bandeira da Argentina, pois foi a cidade onde a bandeira argentina foi erguida pela primeira vez.

Se você gosta de arquitetura antiga, vai amar. Em Rosario, existem muitos prédios bem conservados que mantem o ar histórico da cidade.

Essa foto foi tirada na região do Puerto España em frente ao rio Paraná

É conhecida como o pico que concentra as mulheres mais bonitas da Argentina, além de ser a cidade natal de Che Guevara e Messi.

Rosario é uma cidade universitária pelo grande número de universidades e é fácil encontrar estudantes brasileiros por lá. A Argentina é uma opção bem famosa entre os brasileiros que desejam cursar cursos como medicina, por exemplo, muito mais acessíveis no país.

Quando fui, tinha bastante gente na rua, muitos jovens e famílias, todos aproveitando a beleza da cidade. O que vi foi um lugar todo fofo, cheio de vida e cultura. Foi um dos dias mais lindos e coloridos que tive no meu mochilão pela América do Sul. Fiquei apaixonada!

Como chegar em Rosario

Como chegar em Rosario de ônibus

Eu estava em Buenos Aires antes de Rosario. Saindo do hostel, peguei um Uber até o Terminal de Ônibus de Retiro e comprei uma passagem de ônibus para lá. Viajei de madrugada com a empresa Urquiza. Escolhi essa empresa porque era a que tinha passagem disponível, mas tem várias opções para fazer esse mesmo trajeto.

É fácil encontrar os guichês no terminal de Buenos Aires e ficam todos um ao lado do outro. Minha ideia inicial era ir para Cordoba, mas todas as empresas estavam com as passagens esgotadas. Era uma sexta a noite e, por conta do final de semana, a rodoviária estava lotada.

Minha dica é comprar a passagem de ônibus com antecedência, principalmente no final de semana.  Esse trajeto Buenos Aires/Córdoba é bastante procurado. Para ver os preços e horários da passagem, use o link da Urquiza mesmo. Ele vai mostrar os horários de outras empresas como Chevallier, Flechabus, etc. também.

Sem ter para onde ir, pedi a primeira passagem para qualquer cidade naquele sentido e acabei indo para Rosario por acaso. Paguei 350 pesos argentinos (+-64 reais) pela passagem de ônibus lá na hora. O trajeto de ônibus entre Buenos Aires e Rosario varia entre 4 e 5 horas. Como fui de madrugada, dormi e já acordei no Terminal de Rosario. Foi bem tranquilo.

Em Rosario, não encontrei Uber, então saindo do terminal tive que pegar um táxi até o hostel. Não saiu caro, então não é um grande gasto na viagem.

Como chegar em Rosario de avião

Rosario possui um aeroporto internacional que recebe voos direto do Brasil. As companhias que fazem esse trajeto são a LATAM e a Gol. Saindo de São Paulo, por exemplo, o trajeto leva +-3 horas.

Para encontrar voos mais baratos para qualquer destino, escrevemos alguns posts que podem te ajudar: Facilitando a busca por voos baratos e o Passagens aéreas mais baratas. Será que você está economizando mesmo?.

Onde se hospedar em Rosario

Como de costume, optei por ficar em um hostel. Nesse mochilão eu busquei as opções mais baratas e com melhor avaliação. Encontrei um hostel bem ok, valeu a pena e recomendo.

O 83 Rosario Hostel é super bem localizado. Saindo de lá, fiz tudo caminhando. Fiquei num quarto compartilhado com 8 pessoas e paguei 12,71 dólares por 1 noite (+-40 reais). O hostel é simples, tem café da manhã, cozinha para quem quiser cozinhar e o staff foi bem legal e receptivo.

Tem várias opções de acomodação em Rosario. Como eu fiquei só uma noite, o 83 Rosario Hostel foi uma boa. O único problema (que pode acontecer em qualquer hostel) é que os quartos são muito próximos e as parede finas. Eu escutava não só a galera do meu quarto roncando, como a dos outros também . Se você tem sono leve, mas quer economizar, leva um protetor auricular na viagem haha.

Para conferir outros tipos de acomodação, aqui tem uma lista de acomodações em Rosario.

Eu sempre utilizo o Booking.com para fazer minhas pesquisas e reservas. O site junta várias opções, dá para filtrar por preços, tipo de acomodação, facilidades. A reserva é feita online e na maioria das vezes, só paga lá na hora. Se quiser cancelar com antecedência, eles não cobram taxas.

O que fazer em Rosario

Eu passei apenas 2 dias e 1 noite em Rosario, mas foi suficiente para dar uma volta pela cidade e entender a vibe do lugar. Como eu disse, o hostel 83 Rosario Hostel é bem localizado e eu fiz tudo a pé. Caminhei bastante, mas não foi tão cansativo porque eu ia parando, comia um lanchinho, tirava umas fotos, etc.

Roteiro de 1 dia em Rosario

Dá para ver no mapa que meu roteiro por Rosario deu quase 10 km de trajeto. Eu saí as 11h da manhã do hostel e cheguei quase as 18h, fazendo as paradas para fotos e o almoço.

Plaza 25 de Mayo

Essa praça fica bem na esquina do Hostel. É sair e já dá de cara com a praça. O nome da praça é uma homenagem à Revolução de Maio de 1810 que resultou na Independência a da Argentina.

Na Plaza 25 de Mayo, está localizada a prefeitura de Rosário, chamada Palácio dos Leões, a Catedral Basílica de Nossa Senhora do Rosário e o Museu de Artes Decorativas.

Bem no meio da praça tem um monumento conhecido como Coluna da Liberdade que representa a liberdade nacional.

Parque Nacional da Bandeira e Monumento à Bandeira

O Parque Nacional da Bandeira fez parte da história argentina. Foi o local onde Manuel Belgrano ergueu a bandeira da Argentina pela primeira vez, pós independência.

Nesse parque está localizado o Monumento à Bandeira, um dos cartões postais da cidade e também desenho das cédulas de 10 pesos argentinos.

Quando fui (Ago/2017), o monumento estava em reforma e não era permitido subir. Antes era possível subir e ter uma vista panorâmica de Rosario. Talvez com o final da reforma, a subida seja liberada novamente. Se alguém souber, deixe aí nos comentários para ajudar os amigos. 😉

Parque da Espanha

Esse foi o parque que eu mais gostei. É um espaço grande e aberto, dá para andar bastante.

Se você gosta de exercício e tem disposição, suba a escadaria que tem no parque. Além de linda, proporciona essa visão linda de Rosario e do Rio Paraná.

Puerto Espanã: a caminhada entre o Parque da Espanha e a Boulevard Oroño

Foi onde tirei a primeira foto do post, lá em cima. O Puerto España era uma “região abandonada” da cidade. Foi reformada e, atualmente, é um dos lugares favoritos de quem mora em Rosário, pois tem vários restaurantes, feirinhas de artesanato, etc.

Tinha muita gente lá, andando com cachorros, de slackline, fazendo piquenique, lendo livros. Se você seguir para a Boulevard Oroño, vai acabar passando pelo Puerto España.

Boulevard Oroño 

A Boulevard Oroño é bem bonita e ao caminhar até o final dela, você chega no Parque da Independência. Nessa rua você encontra várias opções de bares e restaurantes e foi por aí que eu almocei.

Parque da Independência

Um pouco mais afastado do Rio Paraná, do centro histórico e também do hostel, fui caminhando para o Parque Independência no final da tarde. Me falaram para visitar o parque durante a noite para ver Fuente de Aguas Danzantes. Gente que coisa MAIS LINDA!

Ela é menor do que o que assisti em Las Vegas, mas mesmo assim me emocionou. Todo mundo senta ao redor do lago para assistir o espetáculo. O lago tem pedalinhos também, então se você quiser alugar um e ficar rodando pelo lago enquanto as “águas dançam”, é permitido.

Calle Cordoba

Para quem visitou Buenos Aires, a Calle Cordoba é uma espécie de Calle Florida de Rosario. Eu não passei por lá, mas foi indicação do pessoal do hostel.

É uma rua de muitas lojas, para quem quer fazer umas comprinhas.

Museus

Por fim, para os amantes de museus, Rosario é um sonho. Como eu disse, a cidade tem muita história, mas como eu só tinha 1 dia lá, acabei só passando em frente dos muitos museus existentes lá.

Festas em Rosario

Como fiquei apenas 1 noite na cidade, não sai em Rosario. Por ser uma cidade universitária, com toda certeza deve rolar umas festinhas, mas não tenho como indicar. Porém, perceba pelo mapa do meu roteiro que saindo do Parque da Independência, eu voltei caminhando para o hostel pela Avenida Pellegrini.

Nessa avenida, eu vi um monte de pubs e bares, tudo bem lotado mesmo. Até fiquei com vontade de parar em algum, mas como estava cansada, sozinha e ia viajar para Córdoba no dia seguinte, resolvi voltar para o hostel. Acabei comendo uma pizza e tomando uma cerveja em um restaurante na esquina do hostel mesmo.

Como cursar a faculdade em Rosario, Argentina?

O maior motivo pelo qual muitos brasileiros buscam a Argentina para cursar a faculdade é a inexistência de um vestibular. É só chegar e se inscrever na faculdade.

Além disso, é muito mais barato do que no Brasil. Existem faculdades públicas que oferecem cursos gratuitos e os valores de mensalidades nas universidades privadas da Argentina são muito mais acessíveis também. Isso tudo acaba atraindo a atenção de brasileiros que querem fazer alguns cursos como Medicina, por exemplo.

É importante ter em mente que, dependendo do curso, não é possível ingressar direto no mercado brasileiro logo depois de receber o diploma. No caso de medicina, por exemplo, é necessário realizar uma prova para revalidar o diploma ou trabalhar como médico participante do Programa Mais Médicos, que também contrata médicos brasileiros formados em outro país.

Conheci um brasileiro no hostel que estava em Rosario estudando na faculdade. Ele trabalhava no hostel em troca de acomodação e durante o dia ia para a faculdade. Pedi para ele contar um pouco da história dele. Vem ler esse relato no link aqui.

Extra sobre Rosario

Pesquisando um pouco sobre Rosario no google, encontrei um artigo da BBC falando sobre a situação de crimes e drogas em Rosario. Esse link é de 2014 e não sei se a situação melhorou nos últimos anos, mas agora em 2017 eu não escutei uma pessoa falando mal da segurança da cidade e me senti bem conhecendo sozinha a parte turística pelo menos.

É sempre bom lembrar que temos que tomar os cuidados básicos como em qualquer lugar, mas achei relevante colocar essa informação no post. Me surpreendeu ler o artigo, pois realmente só conheci o lado bom da cidade.

Por que fui parar em Rosario?

Essa historia extra eu contei aqui:

View this post on Instagram

Buenos Aires me deu uma lição muito importante principalmente agora que considero os textos e dicas do site meu trabalho principal. Pra quem não sabe, em 2012 eu passei os meses de Julho e Agosto estudando espanhol na Argentina. Tive a melhor experiência, conheci as melhores pessoas, melhores festas da vida. Foi tudo o melhor. E 5 anos depois, cheguei no mesmo hostel e de cara vi que a festa da noite seria na balada que eu mais amava. Só falei bem do lugar pra Dani que estava super animada também. Que doideira… eu já não queria ficar muito tempo em Buenos Aires porque já conhecia bem, como disse no vídeo do roteiro. Porém dessa vez, eu não via a hora de ir embora haha. Desde não conseguir entrar na balada porque o segurança queria cobrar o dobro por sermos de outro país (e a gente resolveu não pagar porque o público era basicamente galerinha de 17 anos) até ter a pior experiência que já tive em um hostel na vida. Fiquei num quarto compartilhado com 8 pessoas sendo 7 meninos. Um cara me acordou as 5h da manhã bebasso querendo subir na minha cama, falava alto, gritava, me atormentou real. Foi tudo muito escroto e caótico a ponto das pessoas do quarto terem que chamar o staff (que foi super atencioso por sinal). No outro dia eu ainda tive que aguentar ele pedindo desculpa, querendo me abraçar sendo que eu nunca mais queria ver essa pessoa na vida. No dia seguinte, fomos almoçar e o garçom super grosseiro, me vira e fala. "É do Brasil? Eu odeio brasileiros." Eu ri né… calma hermano, não me confirme a fama que os porteños tem, por favor. 😉 Meu bode foi tanto que resolvi pegar o primeiro ônibus para Córdoba que era meu próximo destino. Chegando na rodoviária lá pelas 22h, não tinha ônibus e mesmo assim resolvi não ficar. "Me vende a próxima passagem que tiver pra qualquer lugar". Saí de lá as 3h da manhã, mas saí. Acabei vindo pra Rosario. Adorei a cidade. Não estava nos meus planos, mas eu sei que nada acontece por acaso e fiquei feliz que acabei parando aqui. Fiquei trocando ideia com um brasileiro que ta estudando aqui e foi uma troca muito grande de experiência. Valeu!

A post shared by Must Share BR (@mustsharebr) on

Vai viajar pela América do Sul? Leia também:

Saindo de Rosario, segui para Mendoza, Cordoba, Salta e Jujuy. Estou fazendo os posts diariamente, então acompanha aí se estiver planejando uma viagem para a Argentina.


Espero que o post ajude e aguardem os próximos. TEM MUITA DICA PARA VOCÊS! Vale lembrar: informação útil é informação compartilhada. Compartilhe com seus amigos.

E para não peder nossas atualizações, estamos no facebook, Instagram e youtube. <3

No facebook

comentários

By |2018-01-31T19:21:33+00:0030 janeiro, 2018|Tags: , |

About the Author:

Camila Faria, 26, mackenzista formada em Administração de Empresas com pós graduação em Controladoria de Empresas pela FIA. Fez o primeiro intercâmbio aos 17 anos e criou o site em 2013, durante o ano em que fez faculdade na Europa. Para se dedicar ao Must Share Br, saiu do trabalho na área de finanças em São Paulo e hoje mora nos Estados Unidos. Acompanhem pelo instagram: @milafaria

One Comment

  1. Thiago Albuquerque 2 de maio de 2018 at 9:48 PM - Reply

    Opa, pretendo ir a Rosario em julho, devo ficar 3 dias e 2 noites, achei teu artigo bem proveitoso.

Leave A Comment

Contato

Entre em contato conosco pelo email: contato@mustsharebr.com