Quanto custa viajar para San Andres e Cartagena: roteiro de 10 dias

Colômbia está na nossa lista de destinos faz um bom tempo e conheço muita gente que foi e amou. Compramos uma passagem ida e volta para a ilha de San Andres e aproveitamos também para dar um pulinho na famosa cidade de Cartagena (4 dias) e na Cidade do Panamá (conexão).

A ilha colombiana está, na verdade, mais perto de Nicarágua do que da Colômbia. Para ir de San Andres a Cartagena, é necessário pegar um voo de 1 hora e meia e os voos costumam ser baratos! Vale muito a pena conhecer os dois destinos na mesma viagem.

Achei San Andrés um destino ideal para uma primeira viagem internacional. Além de ser um dos destinos do Caribe mais baratos, não exige passaporte nem visto. Você só precisará de passaporte se o seu voo fizer escala no Panamá como foi o nosso caso.

A nossa viagem custou R$ 2.278,45 e esse valor já inclui tudo menos a passagem aérea (hospedagem, táxi, passeios, alimentação, seguro viagem e até chip de celular local para internet). Incluindo os valores gastos com o voo do Brasil a Colombia e o voo interno de San Andres a Cartagena, o total foi de R$ 4.690,17.

O nosso maior gasto foi com as passagens aéreas (principalmente porque fomos de última hora e nosso voo interno não foi low cost). Neste post você vai encontrar todos os detalhes dos gastos e todas as dicas sobre onde se hospedar, o que fazer em cada cidade e onde comer.

A viagem foi em fevereiro 2018 e todos os valores mencionados no post estão considerando uma taxa de câmbio de +- BRL/COP 875. 

Documentos necessários para embarque

Documento de identificação

  • Para quem faz escala na Colômbia: RG em bom estado de conservação*
  • Para quem faz escala no Panamá: passaporte com validade mínima de 6 meses

*Apesar do RG não ter prazo de validade, já teve casos de passageiros que foram impedidos de embarcar por terem RG emitidos há mais de 10 anos. Uma passageira inclusive conseguiu uma indenização na justiça porque teve que comprar outro voo na hora. Eu não arriscaria e iria com um RG mais recente 🙂

Saibam que outros documentos podem ser usados como identificação como a CNH. Confira o site da ANAC para ver a lista completa.

Certificado Internacional de Vacinação Febre Amarela 

Vários países exigem a apresentação do Certificado Internacional de Vacinação, principalmente depois do recente surto em algumas regiões do Brasil. No post sobre a África do Sul, explicamos o passo a passo para tomar a vacina da febre amarela e emitir seu certificado na cidade de São Paulo.

Nessa viagem tivemos que apresentar o Certificado internacional de Vacinação tanto no Brasil quanto nas imigrações da Colômbia e Panamá. Lembrando que você deve tomar a vacina pelo menos 10 dias antes do embarque. Não deixe para a última hora!

Confira nosso novo post sobre Como tirar o certificado internacional de vacinação?

Passagens de avião para Colômbia

Voo de São Paulo para San Andres com escala na Cidade do Panamá

Várias empresas oferecem voos saindo do Brasil para Colômbia. No caso de San Andres, você provavelmente vai fazer escala na Cidade do Panamá (Copa Airlines) ou Bogotá (Avianca ou Latam).

Comprei com 10 dias antecedência um voo saindo de São Paulo para San Andres com escala na Cidade do Panamá no próprio site da Copa Airlines por R$ 1.857,41.

Na volta, tinha a opção de uma escala de apenas 3 horas ou uma mais longa de 7 horas. Preferi pegar a escala mais longa para aproveitar e conhecer a Cidade do Panamá.

Lá contratamos um tour privado de 5 horas com o senhor Francisco que nos buscou no aeroporto e fez um serviço excelente por USD 120. Achei que valeu super a pena e teria ficado mais tempo lá!

Você consegue achar passagens aéreas com preços um pouco melhores que os que encontrei, mas tem que pesquisar bem e ter um pouco de “sorte”. Eu vi várias pessoas falarem que pagaram de R$ 1.100 (valor promocional) a R$ 1.600, mas a mais barata que achei até agora foi por R$ 1.400.

Para escrever o post estive procurando pelo Skyscanner usando a opção “Qualquer data” e “Qualquer lugar da Colômbia” e só encontrei passagens a partir de R$ 1.500,00 tanto para Cartagena, quanto para Bogotá e San Andres.

Vai ter uma escala longa no Panamá? Confira nosso post O que fazer em uma conexão de 7 horas na Cidade do Panamá? 

Voo direto de San Andres para Cartagena

Para o trecho interno de San Andres para Cartagena, você pode escolher entre as empresas low cost (Wingo e Viva Colombia) ou Latam. Para mais detalhes sobre cada uma, fizemos um post Como ir de San Andres a Cartagena: Wingo, Viva Colombia ou Latam (em breve).

Companhias low cost (Wingo e Viva Colombia) x Latam

As companhias low cost, geralmente, são bem mais baratas e valem a pena. Se você já viajou pela Europa, já deve estar acostumado com o esquema das empresas aéreas low cost.

Se você ainda não viajou com uma empresa low cost, pode ser que estranhe a primeiro momento por ser um pouco diferente das tradicionais. Nas low cost, qualquer serviço “adicional” é cobrado.

Na hora de comprar a passagem, além de selecionar o horário do voo e a tarifa base desejada, você também seleciona todas os serviços/facilidades que quiser como: fazer check in e imprimir o cartão de embarque no aeroporto, escolher assento ou despachar malas.

Ou seja, eles te dão a opção de escolher por quais serviços você deseja pagar. Nas companhias aéreas tradicionais, estes serviços já estão embutidos no preço total da passagem.

Pela Wingo, por exemplo, você vai ter que pagar uma taxa adicional por trecho se quiser fazer check in no aeroporto (COP 5000), despachar mala (COP 35000 se comprar pelo site ou COP 55000 no aeroporto) ou escolher assentos (a partir de COP 5000).

Além disso, você também vai precisar imprimir o cartão de embarque com antecedência ou pagar uma taxa para imprimir no aeroporto (COP 25000). Mesmo com todos os serviços “adicionais”, os valores das passagens com as low costs ainda são muito mais baratas que as companhias aéreas tradicionais.

Para quem realmente está afim de economizar, é só imprimir o cartão de embarque no meio da viagem (sim, é fácil achar “lan house” em San Andres), ir com pouca mala e não escolher o assento.

Comparação de preços: Viva Colombia, Wingo e Latam

Como compramos de última hora e íamos despachar malas, os preços dos voos das low cost não estavam tão atrativos. Pela Viva Colombia o voo estava R$ 389, enquanto a Wingo estava R$ 413 (valores sem as taxas e impostos). Você consegue achar por muito mais barato (uns R$ 180) dependendo da data e antecedência.

Nós íamos comprar pela Viva Colombia, mas tivemos problemas na hora de finalizar o pagamento pelo site da empresa (vi na internet que muitas pessoas têm o mesmo problema). Além disso, a empresa não dá possibilidade de parcelar o valor da passagem. Por fim, acabamos comprando pela Latam por R$ 554,31.

Todos os valores dos serviços adicionais estão bem claros no link do site:

Voo de São Paulo a San Andres: R$ 1.857,41

Voo de San Andres a Cartagena: R$ 554,31

Total gasto em passagens de avião: R$ 2.411,72

Aeroporto e Imigração na Colômbia

Tarjeta de Turismo (Cartão de Turismo)

Para viajar pelas ilhas de San Andres, Providência e Santa Catalina, você deve comprar um cartão de turismo que é vendido no momento do check in. Nós compramos a nossa tarjeta no Brasil no guichê da Copa Airlines por R$ 130.

Importante:

  • Guarde a tarjeta de turismo – é necessário apresentar na imigração ao entrar e sair das ilhas.
  • Se for visitar Providência também, não precisa comprar uma nova tarjeta. É só mostrar a mesma que você comprou para entrar em San Andres.
  • Se for visitar Cartagena (ou qualquer outra cidade da Colômbia) por apenas alguns dias e depois voltar para San Andres por mais alguns dias, terá que comprar uma nova tarjeta de turismo.
  • Só não precisa comprar uma tarjeta se for ficar menos de 24 horas na ilha.

No nosso caso, o voo da volta também era por San Andres, então tínhamos que voltar para lá depois de ter passado os 4 dias em Cartagena. Logo depois de ter comprado o voo, li na internet que seria necessário comprar outra tarjeta para entrar novamente na ilha.

Para a nossa alegria (e do nosso bolso), vimos que nosso voo de Cartagena para San Andres voltava de tardezinha e o voo de San Andres para o Brasil saia logo de manhã. Ficaríamos menos de 24 horas na ilha e, por isso, não precisávamos pagar novamente a tarjeta.

No momento da imigração, eles nos deram uma Tarjeta para Transito para preenchermos com o nosso nome, documento, data de nascimento, voo e hospedagem.

Aeroportos de San Andres e Cartagena

Na chegada na imigração do aeroporto, eles perguntam onde ficará hospedado e quanto tempo ficará na ilha. Depois disso, em uma outra fila vão pedir a Tarjeta de Turismo e o passaporte. É um pouco desorganizado e demorado, mas bem tranquilo!

Se você for ficar menos de 24 horas na ilha como nós, recomendo que leve a passagem de volta impressa ou no celular. Eles pediram para que mostrássemos a passagem de volta tanto no check in em Cartagena quanto na imigração em San Andres.

Na volta, chegue cedo no aeroporto de San Andres, principalmente se seu embarque for doméstico (Bogotá, Cartagena etc). Tem apenas 1 fila para embarque e checagem de segurança e ela é quilométrica.

A fila para embarque internacional (Panamá, por ex.) é mais tranquila, mas recomendo ir mais cedo de qualquer forma já que o check in das empresas é meio bagunçado e um pouco demorado.

Para vocês não estranharem, algo diferente nos aeroportos de lá é que eles revistam todas as pessoas na hora de entrar nos voos ou antes de entrar na área de espera do embarque. Os pertencem não despachados também são revistados.

Total gasto com o Cartão de Turismo: R$ 130,00

Seguro viagem para a Colômbia

Nós contratamos seguro viagem para qualquer destino, independente de ser exigido pelo país. Nós usamos o site da Real Seguro Viagem que compara o preço de diferentes empresas e planos de seguro viagem.

O orçamento é totalmente grátis e o processo de compra é a coisa mais fácil do mundo. Tudo feito pela internet! Você coloca o destino, data e escolhe o plano que quiser. Muitas vezes alguém da equipe vai ligar para oferecer suporte e tirar dúvidas.

Eu não saio do Brasil sem um seguro viagem! Pelos mais diversos motivos, é bastante comum precisar de atendimento médico durante uma viagem. Seja pelo clima que não estamos acostumados, comidas diferentes, além de todas as atividades fora da nossa rotina que fazemos (no caso de San Andres, passeios com barco, snorkel etc).

A gente sempre torce para não precisar usar, mas é um gasto mínimo na nossa viagem que pode fazer TODA diferença. Para vocês terem uma ideia, o gasto que tivemos com o seguro foi nem 2% do nosso orçamento da viagem. De verdade, é uma economia que NÃO vale a pena.

Seguro viagem america do sul 300x250

Vai continuar viagem pela América do Sul? Confira o nosso post Seguro viagem America do Sul: qual seguro contratei para meu mochilão? e 5 motivos para contratar um seguro viagem.

Total Seguro Viagem: R$ 85,31

Gastos com táxi na Colômbia

Do aeroporto de San Andres, independente da distância da sua hospedagem, os taxistas cobram COP 15.000. Já em Cartagena, quando você segue as placas de “táxi” do aeroporto, você dá de cara em uma fila para um guichê com uma funcionária que vai dar um papel com o preço exato da sua corrida.

Você tem que dar esse papel para o taxista no final da corrida e pagar em dinheiro. Na ida pagamos COP 13.300 até a zona amuralhada. Já na volta, claro que o taxista quis cobrar a mais e pagamos COP 15.000. Eles sempre vão te dar uma desculpa para cobrar a mais (você está saindo do aeroporto, você está saindo do hotel, você pediu para o hotel chamar, eles pegam uma % etc).

Minha dica? Já vai contando com esse valor de COP 15.000 para não passar raiva. Se você tiver paciência, exija pelo valor correto 🙂

Total gasto com táxi: COP 88.300 (R$ 100,92)

Gastos com hospedagem na Colômbia

Como fomos de última hora, as hospedagens com boa localização e bem avaliadas já estavam lotadas ou com valores bem mais altos. Analisei os que ainda estavam disponíveis com localização boa e preço aceitável.

Hospedagem em San Andres

Em San Andres ficamos em 4 lugares diferentes porque algumas hospedagens estavam lotadas e também tivemos que ficar mais alguns dias na ilha de última hora já que os barcos para Providência não estavam saindo.

Hospedagem 🙂 🙁
Karibbik Haus Hostel

COP  127.600 (2 diárias para cama em quarto compartilhado)

O banheiro e o quarto são limpos e o hostel é bem organizado. Tem cozinha disponível para os hóspedes, locker grande, ar condicionado e cama confortável. A dona é bem simpática e solícita. Tem quarto privado também. Não é tão próximo do centro como o El Viajero e o Hostal Posada San Martin, mas dá para andar tranquilo (menos de 10 minutos). Não tinha café da manhã. As duchas são fora e não há distinção para homem/mulher (não me incomodou, mas tem gente que não gosta) e alguns dias estavam bem sujas.
El Viajero San Andres

COP 500.000 (2 diárias para quarto e banheiro privativo)

É o party hostel mais famoso da ilha, localizado bem no centro. Lotado de mochileiros no auge dos seus 20 e poucos anos! Uma vibe muito animada mesmo! É limpo, organizado, tem ar condicionado e cama confortável.

Tem café da manhã (diferente cada dia), cozinha disponível e um bar no último andar. Pegamos quarto privado, mas tem cama em quarto compartilhado a partir de R$ 68.

Por ser um dos mais famosos, está sempre lotado o que acaba elevando o preço. Muitas vezes tem hotéis pelo mesmo preço que esse hostel.
Hostal Los Girasoles de Martica 

COP 153.000 (1 diária para quarto e banheiro privativo)

O quarto privado é barato, limpo e organizado com banheiro privado. Tem café da manhã, os funcionários são atenciosos e simpáticos. Do centro até esta pousada, não é um caminho agradável, não tem luz em alguns pontos e vários terrenos baldios. Não nos sentimos seguras e, por isso, não recomendamos ficar em nenhuma hospedagem que esteja localizada nesta região atrás do aeroporto.

Além disso, só tivemos rolo com essa hospedagem (com a reserva e com o pagamento). A dona da pousada achava que tínhamos cancelado a reserva e aceitava apenas dinheiro (não informado no Booking).

Hostal Posada San Martín

COP 234.000 (2 diárias para quarto e banheiro compartilhado)

Ficamos em um quarto simples limpo, organizado com banheiro compartilhado, mas tem opções com banheiro privado também. O café da manhã era bom (com suco natural) e as funcionárias bem simpáticas. Localização era ótima, bem no centro. Ficamos nessa pousada porque foi onde nos acomodaram depois do problema com a reserva no Hostal Los Girasoles de Martica (é da mesma família). A internet não funciona no quarto. Tem uma zona de wifi (onde servem o café) que não funcionava bem todos os dias. Nos ofereceram passeios mais “privativos”, mas bem mais caros que os oferecidos pela ilha.

Hospedagem em Cartagena

Em Cartagena, as regiões mais recomendadas para se hospedar são San Diego e o centro de Cartagena. Outra região que gostei bastante foi Getsemani (uns 10 minutos a pé da zona amuralhada). Achei bem charmosa, bonita e mais em conta. Nós ficamos hospedadas dentro da zona amuralhada no Hostal Casa Escallon em um quarto compartilhado por COP 144.000.

🙂 Ótima localização na Cidade Amuralhada e menos de 2 minutos da Torre de Relógio (onde estão praticamente todos os bares e baladinhas mais conhecidas da cidade) e todos os outros pontos turísticos.

🙁 Banheiro não tinha janela, então ficava um pouco abafado. O quarto não tinha tranca (ficava apenas com a porta encostada o dia todo). Os lockers não eram grandes o suficiente para a mala como em outros hostels que ficamos (cabia apenas uma mochila e coisas de valor).

Outros hostels que vi que são muito recomendados, é o The Clock Hostel e o El Viajero (que também está em San Andres). Vale a pena conferir!

Total gasto com hospedagem na Colômbia: COP 656.000 (R$ 749,71)

Gastos com alimentação na Colômbia

Média de alimentação em San Andres

  • Café da manhã: de COP 8.000 a COP 16.500 (Café Juan Valdez e El Cafe de la Plaza)
  • Água: COP 1.600 no supermercado, COP 2.500 nos restaurantes
  • Almoço: de COP 16.000 (El Parqueadero) a COP 35.000 (El Paraíso)
  • Jantar: de COP 20.000 (Bistro 82, El Corral) a COP 40.000 (Gourmet Shop)
  • Sucos: de COP 6.000 a COP 10.000 (limonada de côco).
  • Drinks: COP 15.000
  • Sorvete: COP 5.500

No centro tem vários restaurantes e fiquei com a sensação que todos servem basicamente a mesma coisa e com preços também parecidos.

Os únicos que não gostei e não indico para ninguém foram o Cafe Cafe e o Miss Celia. A comida não é boa e o atendimento também não é lá aquelas coisas. Dá para ir em outros muito melhores e até mais baratos.

Os que gostei e indico no centro da cidade foram: Gourmet Shop (o ambiente é legal, a comida nem tanto), Sea Weed (barato, fofo e comida boa),  El Parqueadero (um grande achado perto do El Viajero. Comida barata e a maioria dos clientes são moradores locais e uns gringos perdidos), Bistro 82 (para comida rápida), El Corral (hambúrguer fast food bom).

Os restaurantes que comemos quando demos volta a ilha foram: Restaurante El Paraiso (um pouco caro, mas a comida estava boa e tinha cadeiras de praia disponíveis) e Restaurante West View (mais em conta e a comida era boa).

Nossas hospedagens incluíam café da manhã, então só comemos fora alguns poucos dias no Café Juan Valdez (Evitem o da praia. Tem outro no centro vazio) e no El Cafe de la Plaza (simples e bom). Para sobremesa, tomamos sorvete de frutas no Dudu’s (na rua do El Viajero também).

Total gasto com alimentação em San Andres: COP 431.950 (R$ 493,65)

Média de alimentação em Cartagena

  • Café da manhã: de COP 8.000 a COP 16.500 (Se Volvio Prispi e Café Central)
  • Água: COP 1.600 no supermercado, COP 5.000 nos restaurantes
  • Almoço: de COP 16.000 (Boutique Las Indias Gourmet) a COP 32.000 (Restaurante Tecado e La Catedral)
  • Jantar: de COP 20.000 (El Corral) a COP 40.000 (Restaurante San Valentin)
  • Sucos: de COP 6.000 a COP 12.000
  • Drinks: COP 15.000 a COP 27.000 (Café Del Mar)
  • Sorvete: COP 9.500 (Gelateria Tramonti -> é muito boa de verdade, muito parecido que tomei na Itália).

Em Cartagena tivemos sorte e gostamos de todos os lugares que escolhemos. Recomendo todos que citei 🙂

Total gasto com alimentação em Cartagena: COP 202.375 (R$ 231)

Total gasto com Alimentação na Colômbia: COP (R$ 724)

Principais atrações e passeios na Colômbia

Atrações e passeios em San Andres

Aluguel de carrinho e volta a ilha

Um dos passeios mais comuns de San Andres é dar a volta na ilha parando em diversas praias e atrações diferentes. Você pode alugar um carrinho de golf (COP 120.000), uma mula de 2 (COP 150.000) ou mais lugares (COP 200.000) ou moto (COP 60.000).

Alugamos por dois dias uma mula e pagamos COP 150.000 por dia. As principais paradas da volta a ilha são:

La Piscinita

É uma verdadeira piscina natural, ideal para fazer snorkel pela primeira vez. A entrada custa COP 4.000 e eles oferecem algumas facilidades como banheiro (COP 1000) e aluguel de colete salva vidas.

West View

Outra parada ideal para snorkel e também tem uma estrutura de trampolim e tobogã. A entrada custa COP 5.000 e eles também oferecem facilidades como aluguel de colete salva vidas, locker etc.

Hoyo Soplador

Apesar de ser um ambiente “aberto”, os moradores locais praticamente fecharam o Hoyo Soplador e cobram uma pequena “contribuição” (comprar um drink) para que os turistas visitem. Comprando o drink por COP 15.000, você pode estacionar a sua mula na rua e “entrar” para ver o Hoyo Soplador.

E o que é o hoyo soplador? É um buraco que jorra água dependendo da força das ondas. É realmente impressionante e quando estávamos lá estava bem forte e a água chegava a uma altura que nunca vi antes.

Praia Cocoplum e ilha Rocky Cay

É uma das praias mais famosas de San Andres e uma das mais próximas do centro. Tem uma estrutura legal com vários beach clubs e restaurantes que oferecem cama de praia, lockers e estacionamento. Em frente tem uma ilha pequena chamada Rocky Cay e muita gente vai para lá caminhando.

Quando fomos já não tinha mais lugar nos estacionamentos, mas tinha uma vaguinha na rua que um cara x quis cobrar COP 5.000. Nós turistonas pagamos né? Eu que não vou arranjar rolo com moradores locais haha.

Praia San Luis

Confesso que foi a parada da volta a ilha que mais gostei. A água da praia era azul cristalina, não tinha quase ninguém e estava uma tranquilidade só. Tem restaurantes próximos desta praia e alguns bares vendendo drinks por COP 15.000.

View this post on Instagram

💙

A post shared by Bruna Faria (@brunapfaria) on

El Acuario e Haynes Cay

Nós tínhamos visto várias pessoas recomendando fazer os passeios com a empresa Cooperativa porque era mais fácil, mais barato e bem menos enrolado que os tours. Isso tudo é verdade!!

O guichê de venda de passeios fica em uma casinha amarela na praia Spratt Bight (perto do Café Juan Valdez). É só comprar o ticket e esperar que eles organizem as filas para as saídas dos barcos.

Para o passeio do Acuario, gastamos COP 15.000 pelo transporte de barco e COP 10.000 pelo locker. Lá vende drinks por COP 15.000, frutas por COP 3.000 e tem venda/aluguel de máscara de snorkel e sapatos.

PS: vimos também na internet que o Acuario era bem calmo sem ondas. Em Fevereiro, não estava bem assim! O mar estava bem forte e passeios foram cancelados por dias por causa disso.

Ao lado da ilha do Acuario tem outra ilha pequena chamada Haynes Cay que pode chegar caminhando sem problemas. A água estava um pouco acima da cintura da maioria das pessoas. Lá não tem muito mais além de restaurantes que nem sempre estão abertos.

A cooperativa também dá a opção de fazer o passeio do Acuario e do Johnny Cay no mesmo dia por COP 20.000.

Johnny Cay

Por dias o passeio de Johnny Cay não estava disponível. Eu achava que os passeios com a Cooperativa (COP 15.000) só saiam de manhã, então acabei fechando com um representante de uma agência que me abordou na rua principal. Ai que arrependimento!

Depois no dia seguinte à tarde vi os funcionários da Cooperativa chamando as pessoas para a saída de Johnny Cay. Vale a pena conferir se tem horários disponíveis pela tarde também na época que você for visitar.

Os barcos das agências saem de um local perto do restaurante La Regatta e não da praia do centro. O cara disse que o passeio sairia em 5 minutos, mas ficamos aguardando por 1 hora até ter 24 pessoas. Foi uma enrolação do começo ao fim! Zero respeito por horários e saímos com uma hora de atraso de todas as atrações.

O atraso não seria tanto problema se eles nos avisassem porque aí poderíamos curtir cada lugar por mais tempo. Mas não!! Eles ficavam falando “daqui 5 minutos vamos sair, fiquem perto” e era sempre mentira. Todos esses “5 minutos” se transformaram em 1 hora e enquanto esperávamos que nem tontas.

A agência cobrou COP 40.000 para fazer no mesmo dia: Johnny Cay, Acuario e Manglares, incluindo a entrada em Johnny Cay. Logo na chegada em Johnny Cay temos que entregar o comprovante de pagamento da entrada ou comprar na hora por COP 5.000. Cada agência indica um restaurante para almoçarmos e para ser ponto de encontro para as saídas.

Não fiquei atraída pelos almoços da barraca que a agência nos levou. Vimos pratos amontoados lá e preferimos almoçar em San Andres mais tarde. Eu recomendaria levar a própria comida.

Total gasto com o passeio Johnny Cay + El Acuario + Manglares: COP 50.000 (COP 40.000 do passeio e COP 10.000 do locker)

Atrações e passeios em Cartagena

View this post on Instagram

Por las calles de Cartagena 🌺

A post shared by Bruna Faria (@brunapfaria) on

Tour pela cidade amuralhada + parte nova

Vi em outros blogs que em Cartagena, você pode fazer os famosos free walking tours (comuns em cidades de todo o mundo, fiz muito na Europa). Nesses free walking tours, um guia explica os principais pontos turísticos da cidade e você precisa apenas pagar uma contribuição. No blog que vi, eles comentavam que as pessoas costumam contribuir com COP 15.000 a COP 20.000.

Outra opção é comprar um ticket de 48 horas do ônibus turístico vermelho por COP 45.000. Muita gente não gosta deste ônibus, mas em Cartagena achamos que vale a pena. Primeiro porque ao comprar o ticket do ônibus, você ganha um walking tour de 90 minutos pela cidade amuralhada. O tour acontece todos os dias às 4 da tarde saindo da Praça do Relógio.

Depois porque lá é bem quente (muito mais que San Andres) e a caminhada até alguns pontos turísticos de Cartagena seriam bem sofridas. Se você for de táxi, com certeza, eles vão cobrar no mínimo COP 8.000.

Os pontos turísticos visitadas no walking tour são: Catedral, Parque Bolívar, Torre do Relógio, Igreja e Praça de San Pedro Claver, Praça e Igreja, Mosteiro de Santo Domingo, Las Bóvedas. Você pode também visitar os museus de Cartagena como o Museu do Ouro, Museu da Esmeralda (ambos com entrada grátis) e o Palácio da Inquisição (COP 22.000).

Castillo de San Felipe

O castillo de San Felipe é um símbolo da importância que Cartagena tinha na época colonial, sendo o maior forte já construído pelos espanholes em uma colônia. É considerado Patrimônio da Humanidade e uma das sete maravilhas da Colômbia.

Ele é uma das paradas do ônibus turístico, então não tivemos que pegar táxi até lá. Usamos o bilhete do ônibus e apenas pagamos a entrada de COP 25.000. Se você quiser saber um pouco mais sobre a história do lugar pode também escolher a entrada com guia ou áudio guia.

Todo último domingo do mês a entrada é gratuita, exceto nos meses de Janeiro e Dezembro. As visitas são das 8 da manhã as 6 da tarde.

Muitas pessoas combinam a visita do Castillo com o Convento de la Popa que é um dos pontos mais altos da cidade onde você tem uma vista panorâmica. A entrada custa COP 11.000.

Pôr do sol no bar Café del Mar

Tem vários bares que valem a pena visitar em Cartagena, mas o mais famoso com certeza é o Café del Mar. O bar está localizado justamente nas muralhas que cercam a cidade e tem uma vista linda, principalmente durante o pôr do sol. A partir das 5 da tarde, você pode já escolher a mesa que vai sentar para apreciar o pôr do sol enquanto bebe um drink.

Nós escolhemos um Mojito e uma Piña Colada (COP 27.000 cada) que por sinal estavam ótimos 🙂 Toca música eletrônica e muita gente reserva a mesa para ficar bem próximo da muralha, mas fomos sem reserva e conseguimos uma mesa boa também.

Total gasto com passeios e atrações na Colômbia: COP 454.000 (R$ 518,85)

View this post on Instagram

Know when to give up and have a Mojito

A post shared by Bruna Faria (@brunapfaria) on

Chip de celular na Colômbia

Essa viagem da Colômbia me fez lembrar porque eu prefiro não comprar o chip local do país em viagens. Normalmente, preferimos já sair com o chip que tem internet ilimitada do Easysim4u, mas por ter sido uma viagem de última hora tive que comprar o chip da operadora local Movistar.

Como foi comprar o chip da Movistar na Colômbia?

Fui comprar o simcard em San Andres logo quando cheguei na loja principal da Movistar. Depois de uma espera de 15 minutos a atendente pediu meu documento e perguntou se eu gostaria apenas de internet ou queria minutos também. Ela me deu um papel e pediu para pagar COP 2600 do chip no caixa (segundo andar no lado esquerdo).

Depois do pagamento, a caixa indica que você vá buscar o simcard na Bodega (lado direito ainda no segundo andar) que é uma portinha onde vai ter o cara e um estoque. Você entrega o mesmo papel que entregou para a caixa e vai ter seu chip! Acha que acabou? Não! Vai ter que ir em outra loja (Carreta 2 Calle 4, na esquina da Movistar) fazer uma recarga de COP 15.000.

Acabou? Ainda não! Vai ter que ligar para *611# e selecionar a opção 3 “Navegar” e depois selecionar as opções desejadas (diária, semanal ou mensal). Eu fiz o que a atendente me indicou e ela colocou um plano péssimo para mim. Quase nada da internet, apenas Whatsapp, Facebook e Twitter liberados.

Tá! Não é tanto trabalho assim, mas quando você está acostumado a não gastar nem um minuto quando sai com o chip do Brasil, esses 35 minutos parecem muito! Outra coisa é que a internet durou 1 dia e meio depois de ter entrado umas 3 vezes no Instagram, já tinha acabado haha. Bem triste!

Eu fiquei muito encanada que fiz algo errado porque não é possível que seja tão ruim assim ou que eu seja tão viciada em internet. Se vocês conseguiram usar direitinho, usando TUDO (google, google maps, waze, Instagram, facebook etc, me avisam nos comentários por favor?)

Qual é a melhor opção? Claro, Movistar ou chip ilimitado?

Vi vários posts na internet e alguns falavam super mal da Movistar e bem da Claro. Ou o contrário. Não tem um consenso! Teve até um blog que sugeriu não entrar no Instagram para não comer a internet hahaha mas achei uma palhaçada!

Por isso, se voce só quer para whatsapp e Facebook, comprar um chip local é suficiente e mais barato. Se você quer ter internet a viagem toda e usar tudo sem restrições, recomendo fortemente comprar o chip da Easysim4u. Você consegue comprar pela internet ou pessoalmente na Frei Caneca em São Paulo.

Caso tenha dúvidas sobre como funciona e os valores, confira nosso post Como usamos internet pelo celular em outro país.

Total gasto com chip de celular na Colômbia: COP 17.600 (R$ 20,12)

Gastos com bares e baladas na Colômbia

As baladas tanto em San Andres quanto em Cartagena cobram uma entrada de COP 15.000 a 20.000. As que todos me recomendaram foram a festa de quarta feira do Hostel Media Luna (fica no bairro Getsemani) ou o bar/balada Eivissa (bar/balada próximo da Torre do Relógio).

Tem vários outros bares/baladas nessa mesma região e alguns pubs. É só escolher o que você achar mais a sua cara 🙂 Já em San Andres, a balada mais famosa é a Coco Loco que fica bem próxima do Café Juan Valdez da praia.

Qual moeda levar na Colômbia?

A moeda usada na Colômbia é o peso colombiano e apesar de não ter necessidade, se você quiser pode comprar no Brasil em algumas casas de câmbio por encomenda.

Nessa viagem, achamos mais fácil sacar pesos colombianos direto da nossa conta corrente usando o nosso cartão do banco brasileiro. Para isso, liberamos nosso cartão para saques e compras internacionais e conferimos qual banco tinha uma tarifa mais vantajosa.

Como não queríamos apenas contar com o nosso cartão (imprevistos acontecem, né?), também levamos dólares para trocar caso tivéssemos algum problema com o saque.

Recomendamos que em qualquer viagem você tenha fácil outra alternativa para conseguir dinheiro. Nessa viagem, por exemplo, quando chegamos no aeroporto de San Andres, a casa de câmbio não tinha mais peso colombiano e um dos caixas eletrônicos não estava funcionando.

Conseguimos sacar pesos colombianos no caixa eletrônico do BBVA do aeroporto, mas o limite máximo de saque era de COP 300.000. No centro da ilha, você consegue sacar um limite maior de COP 600.000 nos caixas eletrônicos do Banco Colômbia e a taxa cobrada é de COP 12.000.

Sugestão de Roteiro de 10 dias: San Andres e Cartagena

  • Dia 1: Chegada em San Andres. Ficar na praia do centro e conhecer as lojas
  • Dia 2: Alugar mula ou carro de golf para dar volta à ilha e conhecer as principais atrações
  • Dia 3: Ilha Johnny Cay
  • Dia 4: Ilhas Haynes Cay e El Acuario
  • Dia 5: Outra atração (pode ser parasailing, jet ski etc)
  • Dia 6: San Andres -> Cartagena (conhecer os principais pontos da cidade amuralhada e ver o pôr do sol nas muralhas)
  • Dia 7: Conhecer a parte nova da cidade de manhã e os principais pontos turísticos da cidade amuralhada à tarde
  • Dia 8: Playa Blanca (dá para fechar tour ou ir de ônibus -> opção que achei mais vantajosa e econômica)
  • Dia 9: Visitar o bairro Getsemani, Castillo de San Felipe de Barajas e o Convento de la Popa. Ver pôr do sol Café del Mar
  • Dia 10: Cartagena -> San Andres

Outras cidades para serem incluídas no roteiro Colômbia

Saímos do Brasil otimistas achando que íamos conseguir chegar até a ilha vizinha de Providência nem que se fosse de catamarã (li vários relatos que não é uma viagem agradável até lá, mas o paraíso compensa). Infelizmente, não foi possível e tivemos que curtir mais alguns dias em San Andres mesmo.

Os voos de San Andres para Providência já estavam esgotados (tentamos comprar com 10 dias de antecedência) e os catamarãs não estavam saindo pelo mau tempo. O mar estava muito forte, com muitas ondas e cancelaram tudo.

Eu não teria ficado tanto tempo em San Andres, mas já tinha as passagens compradas para apenas 4 dias em Cartagena. Todos indicam conhecer Medellin, Santa Marta (e o Parque Nacional Tayrona que por sinal vi que estava fechado até o dia 28 de fevereiro de 2018. É bom confirmar se já abriu antes de incluir no roteiro), Barranquilla, Cali e até mesmo a capital Bogotá. Mal voltei de lá e já quero visitar todos os outros destinos!

Pretende conhecer a Ilhas Providência também? 

Para Providência, você pode comprar pela internet os voos no site da empresa Satena (COP 278.400 por trecho) ou o catamarã pelas empresas Conocemos Navegando ou Catamarán El Sensation (COP 310.000 na internet – ida e volta).

Fomos no escritório da Conocemos Navegando que fica no edifício New Point (perto do Café Juan Valdez da praia do centro) conferir o preço e eles vendiam por COP 330.000. A dona do hostel tinha recomendado uma agência que fica no Edifício Bay Point (perto do restaurante La Regatta), mas eles vendiam por COP 370.000.  

Todas as agências que conversei lá recomendaram que as reservas de voos e catamarãs sejam feitas com 15 a 20 dias de antecedência. Mesmo assim, ainda há a possibilidade das saídas dos catamarãs serem canceladas por mau tempo (como foi o nosso caso).

Tínhamos reservado o Blue Almond Hostel por COP 23500 para 3 diárias. Eles gentilmente aceitaram o cancelamento da nossa reserva sem custos adicionais, mesmo depois da data indicada no Booking.

Vi um blog dizendo que tinha uma empresa chamada TAC que operava voos diários para Providência e que não precisava comprar com antecedência. Quando cheguei em San Andres fui me informar sobre isto e o que me falaram é que esta empresa não operava sempre e que só voltaria a operar em 20 dias. Não sei até onde esta informação é confiável, mas eu não contaria com esta opção.

Minha experiência em San Andres e Cartagena

San Andres é uma ilha linda! De verdade. As paisagens são incríveis, o mar realmente é azul, as pessoas são simpáticas e achei que vale muito a pena conhecer. Todos falam isso e concordo! O que eu não tinha lido isso em nenhum lugar e é algo que as pessoas não comentam é que a ilha é muito mal cuidada.

É impossível não se incomodar com a infinidade de latinhas de cerveja, garrafas de plástico e vidro, entulhos espalhados pela ilha toda. Tem até pneu jogados na praia principal! As ruas são esburacadas (tem que tomar cuidado para andar) e tem muitos edifícios abandonados ou destruídos.

Algo que nunca vi em nenhum outro destino o que fez com que o lugar perdesse um pouco o brilho para mim. Parece que ela está sofrendo com o excesso de turistas e a falta de manutenção.

Por isso, quando estiverem lá façam a sua parte! Não deixem lixo na praia, jogue fora o que encontrar e ajude pelo menos um pouco a preservar este paraíso caribenho. É muito triste ver um lugar lindo assim sendo destruído pouco a pouco com tanto lixo!

Já Cartagena eu fiquei apaixonada!! Amei a cidade e é uma pena que passei pouco tempo lá! Não deixem de fazer o city tour para conhecer um pouco mais sobre o lugar e aproveite o pôr do sol tomando um Mojito para fechar as férias com chave de ouro!

Afinal, quanto custa viajar para San Andres e Cartagena?

Resumo dos Gastos: viagem de 1o dias

  • Voo de São Paulo a San Andres: R$ 1.857,41
  • Voo de San Andres a Cartagena: R$ 554,31
  • Cartão de Turismo San Andrés: R$ 130,00
  • Seguro viagem para 10 dias: R$ 85,31
  • Táxi: R$ 100,92 -> dividindo por 2 pessoas: R$ 50,46
  • Passeios e atrações: R$ 518,85
  • Alimentação: R$ 724
  • Hospedagem: R$ 749,71
  • Chip de celular Movistar: R$ 20,12

TOTAL (sem passagem aérea): R$ 2.278,45

Gasto diário (dividido por 10 dias):

R$ 2.278,45 / 10 = R$ 227,85

TOTAL (com passagem aérea): R$ 4.690,17

Esse valor pode subir ou diminuir consideravelmente de acordo com as suas preferências pessoais e estilo de viagem. O nosso maior gasto foi com passagem aérea, por isso busque a sua com antecedência. 


Gostou do post? Compartilha aí para que mais pessoas tenham acesso 🙂 . Se não quiser perder nossas atualizações, curta a página do facebook, instagram, se inscreve no canal.

No facebook

comentários

By |2019-07-03T13:52:34+00:0011 março, 2018|Tags: , , , , , |

About the Author:

Bruna Faria, 26, formada em Administração de Empresas pelo Mackenzie. Fez o primeiro intercâmbio aos 17 anos no Texas e o segundo aos 19 no México. Enquanto fazia faculdade na Europa em 2013, teve a idea de criar o Must Share Br (lançado em 2015). Além de produzir conteúdo para o blog, trabalha em uma consultoria especializada em mercado financeiro e hoje mora na Cidade do México. Acompanhem pelo instagram: @brunapfaria

38 Comments

  1. Érika Lima 31 de março de 2018 at 10:42 AM - Reply

    Queria receber esse conteúdo em meu e-mail vou a San Andreas com duas amigas e meus filhos . Em setembro .. e achei bem completo seu diário de bordo .

  2. Shaynne 25 de abril de 2018 at 8:35 PM - Reply

    Legal, gostei das dicas. Vou ver o chip de internet, nao tinha pensado nisso. Vou fazer cartagena e san andres agora em junho. Quanto está a cotação dolar x cop lá???

  3. Anônimo 29 de abril de 2018 at 9:45 PM - Reply

    Olá… ótima suas dicas , esse valor foi pra duas pessoas?

    • Anônimo 3 de maio de 2018 at 12:45 PM - Reply

      Esse valor é para 1 pessoa.

  4. Viviane Padilha 7 de maio de 2018 at 11:56 AM - Reply

    Esse valor de passagem de São Paulo para San Andrés, é ida e volta?
    Essa de Cartagena para San Andrés é ida e volta?
    Vou de lua de mel em setembro. Mas só tenho achado passagens muito caras.
    Adorei seu relato. Vou utilizar várias dicas. Obrigada

    • Bruna 8 de maio de 2018 at 1:07 AM - Reply

      Oi Viviane tudo bem? Que bom que gostou!! Fico feliz!! Muito obrigada.
      Sim, os valores que coloquei das passagens aéreas são ida e volta. Que legal que você vai de lua de mel!! Vai amar!
      Dei uma olhadinha rápida agora nos sites da companhia buscando voos para o mês da sua viagem (setembro) e encontrei passagens por 1800 reais pela Copa e Avianca. Dá uma olhadinha lá com as datas exatas da sua viagem e do aeroporto mais perto. Eu vi de Guarulhos a San Andres.
      Um site que usamos bastante para comparar os preços e horários entre as companhias aéreas é o Skyscanner. Conhece? Ele também pode ajudar a achar a passagem mais barata. Boa sorte em achar as passagens e felicidades pelo casamento! 🙂

      • Marília 25 de agosto de 2018 at 12:12 AM - Reply

        Oi Bruna, amei o post, estou pesquisando também e achei meio caro os valores das passagens.
        Esse valor de 1.800 que você achou, já é com as taxas inclusas??

        • Bruna 2 de outubro de 2018 at 1:04 AM - Reply

          Sim já com as taxas.

  5. margarete borba 11 de maio de 2018 at 3:04 PM - Reply

    Ola! Seu post está muito completo, parabéns pelo conteúdo. Peguei várias dicas. No caso no chip que fiquei desapontada pois iria comprar um da Movistar, mas agora estou revendo essa opção. Como faz o caso de conhecer vários paises na mesma viagem, com relação a chip? No caso vou para Colombia e Peru.

  6. Gabriela 16 de maio de 2018 at 6:05 PM - Reply

    Parabéns pelo post, Bruna! Muito esclarecedor. Você poderia detalhar como posso fazer para ir de Cartagena a Playa Blanca de ônibus, por favor, pois estou indo em Julho e já vi algumas pessoas comentarem que e mais barato. Vale mesmo a pena? O tempo de deslocamento compensa em relação às lanchas?
    Obrigada.

  7. Juliana 18 de maio de 2018 at 8:22 PM - Reply

    Sério, vou imprimir esse post e levar pra minha viagem pq simplesmente sanou TODAS as minhas dúvidas. Farei Cartagena (5 dias) e San Andres (8 dias) na mesma viagem de lua de mel em novembro. Será a primeira vez que eu e meu noivo sairemos do Brasil e vamos na cara e na coragem sem agência nem nada! Já li milhões de resenhas sobre esses destinos pra me preparar e essa é a mais completa, parabéns!

    • Bruna 5 de agosto de 2018 at 1:55 PM - Reply

      Obrigada Juliana!! Fico muito feliz que tenha te ajudado. Aproveita a lua de mel e vai dar tudo certo mesmo sem agência! 🙂

  8. Anônimo 6 de junho de 2018 at 2:31 AM - Reply

    Qual seguro vcs fecharam ?

  9. Priscila 25 de junho de 2018 at 5:56 PM - Reply

    Olá, vc comprou as passagns e hospedagens tudo pela internet?

    • Bruna 26 de junho de 2018 at 5:27 PM - Reply

      Sim! O voo comprei no próprio site da cia aerea e as hospedagens fiz reserva pelo Booking.

  10. Beatriz 2 de agosto de 2018 at 6:32 PM - Reply

    Bruna, adorei o seu post. Você sabe informar qual a melhor época para fazer essa viagem? Estou me programando para o próximo ano (férias) 🙂

    • Bruna 5 de agosto de 2018 at 1:52 PM - Reply

      Obrigada Beatriz!! Fico feliz que tenha gostado 🙂 Lá é quente o ano inteiro, mas tem meses que chovem bastante. Pelo que eu vi na maioria dos sites quando busquei, os meses mais indicados é de Janeiro a Maio. Nós fomos em Fevereiro e choveu algumas vezes, mas foram chuvas rápidas que não estragaram a nossa viagem. Ah e os 3 primeiros meses do ano são também os mais lotados. Espero que ajude!

  11. jacke 25 de agosto de 2018 at 5:39 PM - Reply

    Que postttttttttt incrivel, Bruna voce pode me enviar por email ????
    jacke-souzaa@hotmail.com

    Obrigada , vou em outubro 🙂

  12. Cris 6 de setembro de 2018 at 11:04 PM - Reply

    Olá! Acabei de chegar em San Andrés, depois de passar alguns dias em Cartagena. Vim para contar a minha experiência com o chip (positiva!!!). Comprei o da Tigo por 5k pesos e escolhi o plano de 1GB por 7 dias, por 10k pesos. Como vou ficar mais dias, vou fazer uma recarga, totalizando 25k pesos com chip + internet para os meus 11 dias de viagem, achei bem razoável. Até o momento não tive nenhum problema com o sinal. Comprei o chip em uma barraca e a própria vendedora fez todos os trâmites de ligar e ativar, sai de lá em 10 minutos, com tudo funcionando. Beijossss

  13. Antônio Soares 7 de setembro de 2018 at 8:10 PM - Reply

    Excelente matéria. Sanou minhas dúvidas. Parabéns

  14. Anônimo 12 de setembro de 2018 at 6:59 PM - Reply

    Parabéns pelo post vou lá em outubro 2018 será q vc pode mandar essas informações p email:Rezende.lea@gmail
    Com
    Lea

  15. Anônimo 12 de setembro de 2018 at 6:59 PM - Reply

    Parabéns pelo post vou lá em outubro 2018 será q vc pode mandar essas informações p email:Rezende.lea@gmail
    Com
    Lea

  16. Raquel Olímpio 17 de setembro de 2018 at 1:35 AM - Reply

    Post muito bom e esclarecedor! Vou em janeiro e consegui passagens muito baratas comparando com o valor que vocês pagaram. Fiquei feliz aqui! Só estou muito indecisa em relação a visitar Providencia.
    Parabéns pelo trabalho!

  17. Mayra 17 de setembro de 2018 at 2:17 PM - Reply

    Oi Bruna, muito bom seu post!!! Vou para San Andrés no fim de setembro =) No texto você comenta sobre o saque em pesos colombianos diretamente da conta corrente, com um custo de 12.000COP/saque. O banco brasileiro cobrou taxa? Eu tenho Santander e li em outros textos que é uma das taxas de saque mais baixas…agradeço se puder ajudar com essa informação.

  18. Karine 20 de setembro de 2018 at 7:28 PM - Reply

    Olá, seu post foi um dos mais esclarecedores que vi até agora, obrigada.
    Pelo jeito você é fluente no Espanhol e Inglês, você acha que quem não é fluente nesses idiomas conseguiria fazer esta viagem tranquilamente?
    Não queria fechar com agências, e esse é um dos meus maiores medos.

    • Bruna 2 de outubro de 2018 at 1:35 AM - Reply

      Oi Karine tudo bem? Acho que é tranquilo ir sim. Achei o espanhol deles fácil de entender e alguns até falavam portunhol com a gente.
      Quando estava lá vi um casal brasileiro negociando preço de passeio em português mesmo e até cheguei a conhecer um brasileiro que trabalhava no hostel que me hospedei.
      Eu fiz todas as reservas de hotel pela internet e para os tours só entrei na fila para comprar o bilhete, falei o destino e mais nada. Não tem segredo. Para pedir comida em restaurantes também é fácil (tem o cardápio para ajudar). E por fim, para chegar no seu hotel é só informar o nome/endereco para os taxistas ou no guichê no caso de Cartagena.
      Acho que a parte mais “dificil” seria a imigração, mas também não é nada muito complicado (e com as agencias você também iria passar pela imigração sozinha). Eles normalmente perguntam onde voce vai se hospedar, quantos dias vai ficar etc. Recomendo pesquisar no google como responder a estas perguntas em espanhol, mas só para voce ficar mais tranquila. Até porque já vi pessoas passando por imigrações em diversos locais diferentes sem saber uma palavra do idioma falado no pais. É comum que os agentes pecam ajuda a um tradutor (já vi ate usando tradutor online nos EUA, por ex) e se esforçam para entender – pelo menos em todas as experiências que tive ate hoje. Algo que pode facilitar no aeroporto também é se voce levar a passagem de volta, reserva de hotéis etc impressos ou até mesmo no celular. Aí é so mostrar para eles caso eles tenham dificuldade de entender as suas respostas.
      Espero que tenha ajudado!! 🙂

  19. Fernanda 30 de setembro de 2018 at 3:18 AM - Reply

    Vc foi pra San Andrés e depois pra Cartagena e o voo de volta foi de Cartagena né? São Paulo > San André > Cartagena > Sao Paulo ???

  20. Fernanda 30 de setembro de 2018 at 3:20 AM - Reply

    A volta para são Paulo teve partida de Cartagena ou de San Andrés?

    • Bruna 2 de outubro de 2018 at 1:00 AM - Reply

      A volta foi de San Andres também.

  21. Lilia 19 de outubro de 2018 at 1:12 AM - Reply

    Olá, que bom que achei um blog com roteiro parecido com o que quero fazer, vc sabe me dizer se na ida para San Andres (no caso minha passagem é Rio-Panamá-San Andres), eu ir já pra Cartagena eu já tenha que pagar o boleto turístico?

    • Bruna 19 de outubro de 2018 at 3:00 PM - Reply

      Oi Lilia, tudo bom? Todas as pessoas que vi pagaram a tarjeta antes de chegar na ilha, seja no Brasil (em reais), em conexão no Panamá (em dólares) ou até mesmo em conexão em Bogotá (em pesos colombianos). No meu caso eu paguei a tarjeta quando embarquei Brasil e só não paguei novamente em Cartagena porque ficaria menos de 24 horas na ilha. No seu caso, realmente não sei se eles deixam embarcar sem pagar a tarjeta, mas me parece que deveria poder né? Se você for ficar menos de 24 horas na ilha. Não consigo dizer com certeza, mas se eu fosse você tentaria explicar que vai ficar menos de 24 horas na ilha (mostrar sua passagem para cartagena) e que só gostaria do cartão de transito Se funcionar comenta aqui no blog para ajudar outras pessoas por favor 🙂 boa viagem e aproveite lá!

  22. Anelise 4 de dezembro de 2018 at 7:58 PM - Reply

    Parabéns pelo post, foi um dos mais mais completos e esclarecedores que li até agora, com um roteiro muito semelhante ao meu! Vou na próxima semana e estou juntando todas as dicas!!

  23. Anônimo 3 de janeiro de 2019 at 3:32 PM - Reply

    Boa tarde 🙂
    Parabéns pelo post. Muito bom mesmo!
    Esse valor de R$ 4.690,17 é individual né?

    Obrigado!

    • Bruna 4 de janeiro de 2019 at 10:36 PM - Reply

      Sim. Por pessoa.

  24. Isabela Gomes 31 de janeiro de 2019 at 11:35 AM - Reply

    Olá bom dia , me chamo Isabela.
    Estou planejando viagem p/ alguns dias em San Andres em Julho e alguns dias em Cartagena .
    Qual melhor mês (barato e sem chuva) p/ ir ate San Andres ?

    Beijos
    Amei o blog

    • Bruna 31 de janeiro de 2019 at 2:58 PM - Reply

      Oi Isabela! Pelo que eu vi na maioria dos sites quando busquei, Janeiro a Maio é o período com poucas ou sem chuvas. Quanto ao mais barato, recomendo usar sites como Skyscanner que tem opções de buscar o mês mais barato e o país “Colômbia”.
      Acabei de fazer isso para responder o seu comentário e vi que o mês mais barato é o de Maio a partir de 1400 reais saindo de São Paulo e chegando em Cartagena com escala em Bogotá pela empresa Avianca. Também indico os aplicativos como Passagens Imperdíveis e Melhores Destinos que sempre mostram promoções de passagens aéreas.

  25. Anônimo 19 de março de 2019 at 7:52 PM - Reply

    Amei o blog de voces.., Tudo muito bem explicadinho e organizado. Parabens !!!! Vou para lá em setembro, estou me organizando pelas suas dicas.

  26. Verônica 26 de março de 2019 at 12:22 AM - Reply

    Amei tudo, estou criando coragem de fazer esse roteiro sozinha, vocês tem alguma recomendação? Os valores aumentam bem mais não tenho outra escolha, estou pensando em maio ou agosto pq vi que de setembro a novembro chove muito.

Leave A Comment

Contato

Entre em contato conosco pelo email: contato@mustsharebr.com